Após anos de trabalho e espera, centenas de moradores da Estância Turística de Olímpia estão, agora, prestes a se tornarem proprietários dos terrenos que pertenciam à antiga área da FEPASA (Ferrovia Paulista S.A.). Isso porque o prefeito Fernando Cunha protocolou nesta terça-feira (30), no Cartório de Registro de Imóveis toda a documentação das famílias do Jardim Boa Esperança necessária para a conclusão da primeira regularização fundiária de interesse social do município.

Com a entrega, que foi acompanhada pela secretária de Assistência Social, Cristina Reale, e pela diretora de Habitação, Adriana Piton, o próximo trâmite da regularização será a análise dos documentos. A previsão para o processo é de até 60 dias.

De acordo com a divisão de Habitação, a regularização deve beneficiar aproximadamente 600 famílias de baixa renda do Jardim Boa Esperança e do distrito de Ribeiro dos Santos.

Nesta etapa, deve ser concluído primeiro o processo de regularização que abrange 75.348,04 m² em terrenos entre as avenidas Ângelo de Quadros Bitencourt e Cláudia Ledesma Miessa, no Jardim Boa Esperança, na região do bairro Santa Ifigênia. A expectativa é que as escrituras sejam entregues aos moradores até o fim de dezembro deste ano.

Em relação aos terrenos, que ficam entre as ruas Ivo Fernandes de Melo, XV de Novembro, Miguel Irano e Washington Luiz, no distrito de Ribeiro dos Santos, a documentação a ser entregue no cartório está sendo finalizada.

De acordo com Cristina Reale, a entrega desta documentação simboliza o passo final para a conclusão de um sonho. “Estamos conseguindo regularizar a situação de todas as famílias. Dar a elas uma propriedade plena. O município não mede esforços para conseguir essa regularização, garantindo autonomia e plena cidadania a todas as famílias”, explica Cristina.

Segundo o prefeito Fernando Cunha, entregar os documentos é o resultado de um árduo trabalho da gestão. “Depois destes longos anos que estas famílias do Jardim Boa Esperança estão aguardando, realizamos um trabalho intenso, que resultou na conquista das escrituras em Brasília para o município de Olímpia, e, agora, com toda a documentação nós protocolamos no Registro de Imóveis. A partir disso, entramos na última etapa para garantir as escrituras a cada família do Boa Esperança”, salienta o prefeito.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA