O prefeito Geninho Zuliani, de Olímpia, visitou nesta manhã (7), a construção das 944 casas das duas etapas do Residencial Vida Nova Olímpia, e constatou que o cronograma das obras está adiantado. As casas do conjunto estão sendo construídas por módulos, e os quatro primeiros, com um total de 598 moradias, deverão ser entregues em novembro e dezembro de 2017.

Geninho (centro) com gerente e funcionários do canteiro

De acordo com informações do engenheiro Adilson Guimarães Trabalon, Gerente Regional de Obras do Grupo Pacaembu, responsável pela construção dos imóveis, 49% da construção das casas do módulo I da Etapa I, estão concluídos, e 66% da infraestrutura já está pronta. No Módulo II são 37% da habitação e 60% da infraestrutura, nos módulos III e IV da Etapa 1, há 23% da habitação concluída e 63% da infraestrutura feita.

Já no Módulo I da Etapa II, último lote de casas contratado, 7% da habitação já foi feito, e 43% da infraestrutura também. No Módulo II da Etapa II, cujos contratos ainda não estão assinados, há uma evolução da infraestrutura não incidente em torno de 35% já executada.


São 944 casas no total, distribuídas equitativamente em cada módulo, sendo 139 no Módulo I, 135 no II, 155 no III, e 169 no Módulo IV da etapa 1, enquanto no Módulo I da etapa II são 186 moradias, das quais 160 aguardam assinatura junto à Caixa, financiadora do empreendimento.

Segundo ainda Adilson Trabalon, existe a possibilidade de entregar o Módulo I separadamente, dependendo das datas de término dos outros Módulos. “Nosso prazo é de 18 meses a partir da assinatura dos contratos. Mas estimamos um prazo final para os Módulos I, II, III e IV para o segundo semestre de 2017”, detalhou.


O gerente informou ainda que as chuvas dos últimos dias não alteraram o cronograma da obra. “Não houve atrasos”, frisou, lembrando que o volume que tem caído em Olímpia está “dentro das previsões constantes do planejamento da obra”. 

Estão sendo empregados cerca de 280 funcionários, dos quais em torno de 30 são locais, mais os empregos indiretos.

Nos arredores do conjunto, está em fase final de readequação a ponte que vai interligar o “Vida Nova Olímpia” com os residenciais Harmonia e Morada Verde. “Estamos com as obras da ponte 80% finalizadas, e este acesso será totalmente pavimentado e cuidado”, observa Trabalon. Quanto ao esgoto a ser coletado, Trabalon explicou que todo o volume vai para uma estação elevatória que será ligada à rede de coleta do município.

No tocante à chamada infraestrutura de base – terraplenagem, pavimentação, drenagem, fornecimento de água potável e sistema de coleta de esgoto – os serviços estão 53% prontos, mas individualmente a terraplenagem está 96% avançada, incluindo o Módulo não assinado, enquanto 70% das drenagens também; lagoas de retenção já estão funcionando parcialmente, a rede de esgoto também com 80% pronto, estando até final do mês interligado com a rede pública; a água para consumo já tem 36% de sua rede pronta e a pavimentação, guias e sarjetas, têm 5% de obras executadas. A rede de água será interligada por dois mil metros de emissários à rede do município, mas haverá um reservatório próprio dentro do conjunto, para distribuição interna.

Prefeito ouve as explicações do gerente regional da construtora

CASAS DISPONÍVEIS

A coordenadora comercial do Grupo Pacaembu, Siene Santos, informou que ainda há casas à disposição de interessados, dentro de um lote de 346 unidades, o último Módulo da segunda etapa. Os interessados devem procurar plantão da Pacaembu, na Galeria da 9, na Rua 9 de julho, Sala 13, onde fica a equipe do correspondente bancário (CAIXA) fazendo atendimento.

“Toda essa parte já está assinada, os contratos finalizados e registrados em Cartório. Os mutuários já estão até retirando as vias dos contratos registrados. Agora não podem desistir da compra porque quem assinou já é proprietário do imóvel”, informou Siene Santos.


“Quem tiver interesse pode fazer um simulado, porque tem entradas e parcelas diferenciadas, não tem dois financiamentos iguais, depende do tempo de serviço, da idade, da renda da pessoa”, observa a coordenadora, alertando as pessoas para que não se deixem levar por conversas de terceiros.

“Às vezes a pessoa deixa de comprar um imóvel porque ouviu a conversa do vizinho, do amigo. Mas elas devem procurar o plantão para esclarecer as dúvidas que tiverem. Não é difícil comprar um imóvel com a Pacaembu, tem várias formas de comprovar renda”, salienta.

Estiveram presentes na recepção ao prefeito Geninho, além de Adilson Guimarães Trabalon e Siene Santos, Maria de Lourdes Rodrigues Polles, gerente geral da Caixa Econômica Federal de Olímpia, Leandro Martinez Fernandes, gerente Pessoa Jurídica da Caixa Olímpia, os secretários Luis Carlos Benites Biagi (Obras) e João Paulo Polisello (Governo), e o Superintendente da Daemo Ambiental, Antônio Jorge Motta.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA