Um homem de 38 anos morreu na madrugada deste domingo, 15, após ter sido baleado em uma boate no centro da cidade, em Olímpia, depois de se envolver em uma briga dentro da casa noturna. O autor dos disparos é um policial militar de São Paulo que estava de férias na cidade.

A boate Golden Pub decidiu fechar as portas após o ocorrido. E a Polícia Militar poderá emitir uma nota oficial, até porque, segundo consta, o autor não estava a trabalho, nem a serviço de sua companhia, da Capital.

Segundo a Polícia Civil, os tiros acertaram o abdômen de Everson Luis Nunes Pereira. A vítima foi socorrida por unidades do resgate e levada a Santa Casa de Olímpia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com o boletim de ocorrência, o autor dos disparos é de Olímpia, mas atua como policial em São Paulo. Na noite deste domingo, ele foi junto com a namorada em uma boate, onde segundo o boletim, três homens o reconheceram como policial e tentaram agredi-lo com chutes e socos.

Em tentativa de defesa, o policial teria disparado contra Everson, que foi socorrido e levado a Santa Casa da cidade, mas não resistiu e acabou morrendo. O caso está sendo investigado pela polícia de Olímpia.

Segundo o delegado Marcelo Pupo, a equipe já está investigando a ocorrência. “Vamos apurar para saber o que de fato aconteceu na casa noturna durante essa briga” disse.

Ainda segundo Marcelo, o autor do disparo se apresentou na delegacia e foi liberado após prestar depoimento. A delegada de plantão que atendeu o caso não foi encontrada na manhã desta segunda-feira para comentar o ocorrido.

Everson Luis Nunes Pereira foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Barretos. Ele será sepultado nesta terça-feira, 17, no Cemitério São José, em Olímpia.

BOATE FECHA

O dono da Golden Pub, Wilton Faria, fechou o seu estabelecimento, emitindo o seguinte comunicado nas redes sociais:

(Colaborou Rone Carvalho)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA