A Polícia Militar de Olímpia recuperou, na manhã de hoje (29), um lote imenso de medicamentos da Farmácia Popular jogados em um canavial, após ser chamado pelo proprietário da área rural. Uma camionete escura teria jogado nas proximidades do Sítio Santo Antonio, perto do ‘Lixão’, 1.108 medicamentos da ‘farmácia popular’, todos dentro da validade. A Polícia Civil irá apurar as responsabilidades. A Prefeitura descarta que pertençam à Saúde municipal.

A equipe composta pelo 1º sargento Gilvandro e Cabo Alves passaram boa parte da manhã e ainda no meio da tarde desta quarta-feira contabilizando o descarte: 1.108 medicamentos que, posteriormente, o Diário de Olímpia (que flagrou desde o instante em que a viatura chegou na Delegacia de Polícia Civil com os medicamentos – veja o vídeo abaixo), conferiu os preços ‘por cima’ em uma drogaria da cidade: com descontos de usuário, R$ 11.078,38 jogados fora.

A maioria está dentro da validade, alguns com vencimento em novembro deste ano. Outros, para novembro do ano que vem.

A NOTA DA PREFEITURA

A Secretaria de Saúde da Estância Turística de Olímpia esclarece que os medicamentos, descartados em uma propriedade rural e recolhidos pela Polícia, não são da rede municipal de Saúde. O setor da Farmácia Municipal de Olímpia esteve pessoalmente na Delegacia, averiguando os lotes dos medicamentos e constatou que eles são distribuídos pelo Programa Farmácia Popular, criado para subsidiar medicamentos em redes próprias ou em farmácias e drogarias privadas credenciadas em todo o país.

OS MEDICAMENTOS

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA