Às vésperas de completar 116 anos, a Estância Turística de Olímpia está realizando diversas atividades em comemoração à data. Nesta sexta-feira, dia 1º de março, foi realizada uma visita às dependências da Unidade de Pronto Atendimento para entregar oficialmente a reforma e as adequações estruturais feitas no local.

A visita, que teve como intuito apresentar as melhorias realizadas, contou com a presença do prefeito Fernando Cunha, do vice-prefeito Fábio Martinez, do secretario de Saúde, Marcos Roberto Pagliuco, de vereadores, secretários, servidores municipais e moradores.

Iniciada no fim de 2017, a obra contou com um investimento de cerca de R$ 680 mil em recursos próprios e atende a uma das prioridades do plano de governo da atual gestão, que visa melhorar o atendimento da saúde municipal. A reforma contemplou a adequação da infraestrutura, realizando impermeabilizações e lajeamentos para solucionar infiltrações. Também foram instaladas novas calhas e feita a substituição do telhado.

Além disso, o local recebeu reparos no sistema elétrico, adequações no sistema hidráulico e troca de mobiliário e equipamentos, visando mais conforto aos moradores e pacientes.

Durante a visita, o secretário de Saúde, aproveitou a oportunidade para destacar o papel da UPA nos atendimentos de urgência e emergência. “A UPA é a porta de entrada para todo atendimento emergencial. Mensalmente, atendemos cerca de 6 mil pacientes e é crucial termos uma estrutura adequada, tanto para acolher os moradores como para dar os melhores subsídios ao corpo clínico”, explica Marcos.

Para o vice-prefeito, a reforma atende a um anseio da população. “Buscamos trabalhar para oferecer os melhores serviços aos moradores, tendo uma estrutura adequada. Nossa equipe que está, cada vez mais, sendo treinada para atender os cidadãos que precisam da UPA”, destaca Fábio.

O prefeito Fernando Cunha, no uso da palavra, fez questão de ressaltar que o município não mede esforços para melhorar a Saúde.

“São mais de 20 mil atendimentos por mês, tanto na UPA quanto nas Unidades Básicas de Saúde. Então temos que concentrar investimentos para otimizar atendimentos, e melhorar os serviços. A qualidade no serviço é essencial e trabalhamos dar uma saúde adequada”, ressalta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here