O Diário de Olímpia entrevistou, com exclusividade, nesta segunda-feira (29), quando entrou em vigor decretos estadual e municipal passando Olímpia da fase 1, Vermelha, para a fase 2, Laranja, do Plano São Paulo de quarentena contra o novo Coronavírus, o prefeito Fernando Cunha e o presidente da ACIO Flávio Vedovato.

Com o prefeito, o Diário obteve mais detalhes de como vai funcionar (e com mais liberdade) ao comércio essa nova fase, assim como ações referentes à reabertura dos parques temáticos e aquáticos; o cadastramento que se iniciou hoje, também, das casas de temporada (não para cobrança de impostos, garantiu o prefeito, mas para adequar essas casas aos protocolos de hospedagem juntamente com hotéis); a confiança concedida ao comércio não essencial de trabalhar da forma que mais convier, inclusive com a presença dos consumidores (um acordo feito com o governador); a volta às aulas que preocupa o prefeito e, se for prejudicial aos alunos e oneroso ao município, poderá não aderir, mas tem a esperança de que a partir de setembro a cidade mude de fase (Plano SP) e que, até o final do ano, esteja ‘verde’ dentro do ‘novo normal; o ‘Gripário’ que foi planejado caso haja uma onda de gripe na cidade; a futura UBS da Mulher quase concluída; os ‘kits da merenda escolar’ que, segundo ele, ‘atendeu tão bem que alguns até venderam’; e a esperança de que, nas próximas semanas, Olímpia passe de fase e que o governador João Dória passe a analisar, de forma individual, a cidade e não ‘no mesmo pacote de uma cidade que não está cuidando bem da pandemia’, citando Barretos, cidade-sede da Região Administrativa que caiu de fase.

E, com o presidente da ACIO, Flávio Vedovato, a esperança de que o novo decreto seja bem cumprido e, também, que a cidade mude de fase porque “perdemos 30% de nosso varejo e estamos batendo a casa dos 6 mil a 8 mil desempregados nessa pandemia”; que haja união para agregar e lutar contra o novo coronavírus, elogiando o comerciante que ‘vem cumprindo à risca todos os protocolos, houve a quarentena que o proibiu de trabalhar, mas não houve a quarentena dos pagamentos de impostos’; da continuidade da Campanha 4 Amores (o Dia das Mães já premiou um consumidor, o Dia dos Namorados fará sorteio na semana que vem), e a esperança de realizar o tradicional Jantar de Confraternização e sorteio de um carro zero em mais uma campanha Natal Brilhante.

Confira as entrevistas, acima.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here