A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, em parceria com o Centro de Estudos Augusto Leopoldo Ayrosa Galvão (Cealag), certificou 19 hospitais das regiões de Barretos e Marília, inclusive a Santa Casa de Misericórdia de Olímpia, como modelos de bom desempenho administrativo e qualidade dos serviços de saúde prestados às comunidades. A certificação foi estabelecida em três categorias – ouro, prata e bronze – e entregue no último 1°, comprovando o aprimoramento conquistado graças às capacitações realizadas desde 2014. Fotos CPFL Energia a pedido do Diário

O diretor administrativo Vivaldo Mendes, os gerentes Lillyane Silva Albergaria Prado Novo (gerente geral), Naiaria Nardelli (Enfermagem) e Luís Otávio Ferreira (Apoio Operacional), da Santa Casa local, foram à Campinas, sede da CPFL, receber a certificação.

santacasaolimpia

A certificação do CQH (Compromisso com a Qualidade Hospitalar) é dividida em três categorias: Ouro, Prata e Bronze, de acordo com a pontuação obtida pelas instituições. Os critérios de pontuação foram definidos pelo CQH para hospitais com mais de 150 leitos. Outro critério de avaliação, criado pela CPFL em parceira com o CEALAG, para hospitais de 50 a 150 leitos, também possui as mesmas três categorias e reconhece os esforços das instituições para melhorar os seus processos internos.

A Santa Casa de Misericórdia de Olímpia recebeu a “Certificação Ouro” do Programa de Revitalização dos Hospitais Filantrópicos. “Para alcançar esse, o Programa exigiu grandes esforços das equipes e profissionais colaboradores da Santa Casa”,assinalou Vivaldo Mendes, ao Diário.

Além da capacitação e transferência de tecnologia de gestão, o Programa de Revitalização Hospitalar fomenta a criação de redes, mobilização social e voluntariado.

O diretor lembra, ainda, que, durante os dois anos de execução do Programa, a Santa Casa investiu na melhoria da sua infraestrutura e na valorização de seus profissionais.

“Foram realizados diversos cursos, encontros e treinamentos envolvendo 100% dos colaboradores. Foi aplicada pesquisa de satisfação e clima organizacional; elaboração de processos de trabalho para todas as atividades e setores visando reduzir custos e retrabalho; implantado apuração de indicadores e resultados. Esses resultados contribuíram inclusive para a escolha por parte da UNIMED Rio Preto para que nosso Hospital fosse incluído no Programa de Qualificação dos Prestadores de Serviços de Saúde (Qualiss), passando a ser assessorado pelo IAG Saúde – Instituto de Acreditação e Gestão em Saúde de Belo Horizonte, visando a preparação da Santa Casa para obtenção de Certificação através da ONA – Organização Nacional de Acreditação”, disse Vivaldo.

Segundo comentou o provedor da instituição, Mário Montini, “a Certificação Ouro significa uma importante conquista para a Santa Casa de Olímpia e o esforço de todos para a busca de melhorias valeu a pena. Estão todos os colaboradores da nossa Instituição de Parabéns pela conquista alcançada.”

A Santa Casa de Olímpia, em sua avaliação, atingiu 87,3% das metas programadas, o que possibilitou receber a premiação de categoria “Ouro”.

O PROGRAMA

O Programa de Revitalização de Hospitais Filantrópicos já beneficiou 112 entidades em 91 municípios. Cerca de 25 mil profissionais foram capacitados por consultores do Cealag, que, por meio de reuniões, construíram o planejamento estratégico anual. Também criaram e revisaram indicadores administrativos, financeiros, procedimentos do corpo clínico e de enfermagem, ambientais e sociais, contribuindo para uma melhora no atendimento da saúde no Estado de São Paulo.

RevitalizacaoHospitais_512554_17

Desenvolvido desde 2005 pela CPFL Energia, a iniciativa contribuiu para o melhor atendimento de 4,5 milhões de pessoas e o investimento total ultrapassa R$ 12,3 milhões. A partir de então, o programa rendeu importantes resultados que impactam no serviço de saúde oferecido nas cidades envolvidas, como: redução de 40% do tempo de espera nos prontos-socorros, queda de 21% dos casos de infecção hospitalar e redução de 13% no tempo de permanência dos pacientes nas instituições. Ao oferecer um serviço profissionalizado, os hospitais reduzem custos de operação e já alcançam grau de satisfação dos usuários, que chega a 82%.

“A CPFL Energia é referência nacional em gestão empresarial, e entendemos que a melhor contribuição que poderíamos dar para o desenvolvimento sustentável de nossas comunidades é compartilhar este conhecimento”, pontua o vice-presidente Jurídico e de Relações Institucionais da CPFL Energia, Luiz Eduardo Osorio. E acrescenta: “Ao difundirmos a cultura da excelência da gestão em hospitais filantrópicos, garantimos que todos tenham acesso a um serviço público de melhor qualidade”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here