A Estância Turística de Olímpia segue com um dos menores índices de casos confirmados de dengue de toda a região e, para intensificar as ações de combate à doença, a Prefeitura adquiriu três novas bombas costais nebulizadoras.

Os equipamentos são utilizados para a dedetização dentro dos quintais das residências e em pontos considerados áreas de risco do município como borracharias, ferros-velhos, oficinas, entre outros, que contém grande quantidade de recipientes que podem se tornar criadouros do mosquito Aedes Aegypti.

Com as novas bombas, o município conta com nove equipamentos portáteis, o que proporcionará ampliação do serviço. No total, foram investidos cerca de R$ 11 mil, provenientes de recurso federal.

Para o secretário de Saúde, Marcos Pagliuco, as bombas otimizarão os serviços dos agentes de Controle de Vetores e reforçarão o trabalho de combate à dengue. “Os bloqueios de casos são fundamentais para evitar a proliferação da doença nas imediações. E com os equipamentos vamos agilizar as nebulizações. No entanto é preciso salientar que a melhor forma de evitar a dengue é não deixar o mosquito nascer, ou seja, ficar atento aos possíveis criadouros, como piscina, vasos de plantas e outros recipientes que acumulem água”, destaca Marcos.

Somente neste ano, foram realizadas mais de 27 mil nebulizações em imóveis no município. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, Olímpia não está em epidemia e segue com a doença controlada.

Desde o início do ano, foram registradas 346 notificações, com 47 casos positivos, representando uma redução de mais de 98% no número de confirmações em comparação ao mesmo período do ano passado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here