selo-ivanaldo2Por Ivanaldo Mendonça — No último dia 27, a Diocese de Barretos promoveu o primeiro encontro de políticos, vereadores e prefeitos, dos 13 municípios pertencentes à sua circunscrição. O que significa isso? Função primeira da religião (palavra cuja origem significa religar), seja qual for, é ser instrumento que favoreça aproximação, contato do homem com Deus. A religião que não considera o homem integralmente, do físico ao espiritual, não apenas deixa de cumprir sua missão como favorece a alienação.

Reconhecida e regida pela legislação brasileira e por suas leis próprias, a Igreja Católica, instituição eclesiástica, entidade civil, beneficente, realiza atividades religiosas, educacionais, culturais e de assistência social. Inserida na realidade, como parte dela, esforça-se por ser sinal da presença amorosa de Deus, cumprindo o mandado e seguindo o exemplo de Jesus, para além das paredes dos templos, por exemplo, coordenando inúmeras ações de caráter social (creches, asilos, comunidades terapêuticas,…), colabora na promoção da dignidade humana, na cura das feridas do corpo e da alma, no amor e serviço.

Por ser de natureza divina, a Igreja não está privada, enquanto inserida na realidade humana, de que seus membros, todos eles, sucumbam ao erro, ao pecado. Assim como todos, indistintamente, são sujeitos a erros, todos, indistintamente, são sujeitos à lei, tanto religiosas quanto civis. Os erros dos membros de qualquer instituição não justificam que ela se omita no cumprimento de sua missão. Caso não fosse suficiente o caráter religioso, como o é, a Igreja estaria amplamente respaldada no caráter educacional e social, para promover ações que colaborem na formação de homens e mulheres, a fim de que exerçam consciente, livre e responsavelmente sua cidadania.

Política é ação pública, interesse de todos; sua principal missão é promover o bem comum. Numa ação conjunta e edificante, representantes de outros seguimentos da sociedade expressaram suas preocupações e anseios, apresentaram elementos fundamentais ao reto exercício da ação política; os agentes políticos acenaram, positivamente, à iniciativa; a Igreja cumpre sua missão. O esforço por viver a Fé, participar ativamente na construção de um mundo melhor, também através da ação política, exercida com lisura, fundada no cumprimento da verdade, é um exercício contínuo.

No Brasil, mudanças possíveis e necessárias não acontecem, dentre outras razões, devido à enraizada cultura de manutenção: ‘sempre foi assim’. Propor encontros que considerem a promoção do bem comum, discutir saudavelmente, fomentar a reflexão, incomoda-nos. Criticamos porque não se faz! Criticamos porque se faz!

No caminho da vida, quem não se suja? Importante mesmo é tomar banho! Pátria amada, Brasil!

* Ivanaldo Mendonça, Padre, Pós-graduado em Psicologia, [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here