O prefeito Fernando Cunha, de Olímpia, publicou decreto na imprensa oficial do município nesta quinta-feira (1º) dispondo sobre a Constituição de Comissão de Processo Administrativo Disciplinar, contra o bombeiro municipal Cláudio José Azevedo de Assis acusado de atentado a incêndio no jornal Folha da Região no último dia 17.

No perfil do acusado, a sua situação hoje: LIVRE.

A justificativa baseia-se na confissão do servidor de que realmente praticou o crime tendo em vista a discordância das posições assumidas pelo jornal, e também que teria dito em seu depoimento que atentaria contra a vida de um político e, uma vez que o prefeito tem assumido as consequências das decisões estaduais acerca do combate ao novo coronavirus, se fez necessário esse processo administrativo.

O servidor foi afastado por 30 dias enquanto se apura os fatos através dessa sindicância.

Confira a íntegra do decreto:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here