A Secretaria de Educação recebeu a nova remessa dos kits de alimentação escolar que já estão sendo distribuídos para cerca de três mil famílias cadastradas com alunos rede municipal de Olímpia.

As escolas estão entrando em contato com as famílias contempladas para agendar a retirada de modo a evitar aglomerações e tomar os cuidados de prevenção.

Esta é a segunda vez que as cestas são entregues, tendo em vista que a primeira tratou-se de uma medida emergencial adotada pelo município para atender as famílias em maior situação de dificuldade socioeconômica.

“Desta vez, a gestão municipal fez um novo levantamento, com base no cadastro recebido pelas escolas e realizou licitação para utilizar o recurso do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e adquirir produtos de hortifruti diretamente da Agricultura Familiar, respeitando a legislação e beneficiando milhares de crianças”, informa a Educação.

“A entrega contempla os alunos que receberam a primeira remessa e ainda os que fizeram o cadastro até a data em que foi finalizado o novo pedido, com aumento de 300% no fornecimento do kit”, esclarece a Pasta.

E, acrescenta: “Vale ressaltar que o auxílio respeita critérios recomendados pelos órgãos federais, que indicam o atendimento priorizado dos alunos em situação de vulnerabilidade, mas, diante do momento de instabilidade econômica, as escolas municipais continuam abertas às solicitações de pais que venham a ter necessidade e que ainda não se cadastraram para receber o auxílio alimentar”.

Os kits serão contêm alimentos como arroz, feijão, macarrão, leite em pó, achocolatado, pão de forma, ovos, biscoito de maisena, extrato de tomate, legumes e frutas. A montagem é elaborada por nutricionistas e todo o processo tem sido acompanhado e aprovado pelo CAE – Conselho de Alimentação Escolar, que conta com representantes de pais de alunos e de entidades civis e da área educacional.

VISITA DO PREFEITO

Na manhã desta quinta-feira (25), o prefeito Fernando Cunha esteve na EMEB Joaquim Miguel dos Santos para acompanhar o atendimento às famílias. Durante a visita, também estiveram presentes a secretária de Educação, Maristela Meniti, a supervisora de Ensino, Luciana Diniz Spagnol, a diretora da unidade, Lilian Bertasso e a presidente do CAE, Márcia Elisa da Silva Martinez.

“Nós iniciamos em março o trabalho de distribuição de uma forma emergencial e atendemos aquelas famílias que mais necessitavam naquele momento. Posteriormente, tivemos que fazer uma reavaliação porque identificamos um número muito grande de famílias que estão precisando e vamos atender todos os nossos alunos que precisam mais. Serão 2600 crianças esse mês, mas havendo necessidade efetiva, cada pai e cada mãe faça uma avaliação e procure a Secretaria de Educação que, se precisar, vocês serão atendidos, mas se não for realmente necessário, conto com a compreensão de que deixem que a gente atenda outra criança que esteja precisando mais. Nós fizemos uma compra grande desta vez porque a licitação demora muito mas, nos próximos meses, não haverá mais atraso e os alunos receberão os kits até as aulas voltarem à normalidade”, destacou o prefeito Fernando Cunha.

NENHUMA FAMÍLIA DE FORA, BASTA SE CADASTRAR

Como já explicado pelo município, “os kits de alimentação são para os alunos de famílias que precisam e enfrentam maior dificuldade. Todas as escolas municipais ficaram disponíveis para receber solicitações, conforme divulgamos amplamente, sendo que todos os que fizeram cadastro até o fechamento do pedido vão receber. A medida atende, inclusive, orientações de órgãos federais e muitos municípios também têm priorizado as famílias em vulnerabilidade”.

A Prefeitura conclui: “No mais, nenhuma família olimpiense está desamparada, uma vez que a Assistência Social também atua no auxílio alimentação, já tendo beneficiado milhares de moradores com a entrega de cestas básicas, nos últimos meses e continuando à disposição de quem precisar”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here