Os pacientes que fazem tratamento contra a dengue na Estância Turística de Olímpia ganharam mais um reforço. Começou a funcionar definitivamente e com novos equipamentos a Sala de Hidratação na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). O local já estava atendendo desde o início do mês de abril em caráter emergencial, mas, com a chegada do mobiliário, foram concluídas as adequações para oferecer um melhor atendimento.

A medida inédita visa garantir a assistência qualificada e tratamento mais ágil aos pacientes diagnosticados com dengue, disponibilizando um atendimento diferenciado. A inciativa se deve ao fato da crescente demanda de atendimento da unidade, principalmente, de pacientes com sintomas da dengue. Somente no mês de abril, foram mais de 16 mil procedimentos na UPA, entre atendimentos, exames e transferências.

A Sala de Hidratação funcionará diariamente, 24h, com instalação de 10 cadeiras. O atendimento, no entanto, não será direto. Para ser atendido, o munícipe deve passar primeiro por uma Unidade de Saúde, onde será comprovada pela equipe médica a necessidade de transferência para a sala de soro. No caso da ocorrência ser em período adverso ao funcionamento das Unidades de Saúde, o paciente poderá ir à UPA, de onde será encaminhado para o novo espaço. Nos casos de dengue de maior gravidade, o encaminhamento será aos hospitais de Olímpia e região.

A efetivação da Sala é mais uma medida implantada pela secretaria municipal de Saúde para otimizar os atendimentos e oferecer melhores serviços à população. “Estamos investindo em novos profissionais para reforçar o corpo clínico e agilizar atendimentos e exames. Sabemos que o aumento tem provocado lentidão nos atendimentos e, por isto, estamos adotando ações importantes como a implantação desta sala de hidratação. Além disso, com a chegada dos novos profissionais, a UPA terá cerca de 30 técnicos em enfermagem, quatro médicos, sendo um pediatra em tempo integral, cinco biomédicos e seis farmacêuticos”, salienta o secretário de Saúde, Marcos Pagliuco.

A Saúde destaca que todos os pacientes que procuram a unidade são atendidos, seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, que consiste na triagem do paciente, na qual é aferida a pressão arterial e colhidos relatos sobre os sintomas apresentados. Após este procedimento, o paciente é encaminhado para aguardar o atendimento, cuja prioridade é definida de acordo com a urgência dos casos.

A Estância Turística de Olímpia contabiliza até o momento 1.270 casos positivos da dengue, sendo 2.464 notificações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here