Neste domingo (16), encerraram-se as apresentações do 56º Festival de Folclore de Olímpia, o primeiro totalmente digital em período de pandemia do novo coronavírus. Foram nove dias de transmissões ao vivo, inclusive pelas redes sociais do Diário de Olímpia, que registraram milhares de expectadores de norte a sul e até fora do País.

O secretário de Cultura, Turismo, Esportes e Lazer, Beto Puttini, ao encerrar e agradecer pelo sucesso do primeiro Fefol Digital, aproveitou para fazer uma ‘surpresa’ aos expectadores: o anúncio do grupo parafolclórico Frutos do Pará, de Belém (PA) como homenageado no 57º Festival, de 7 a 15 de agosto de 2021.

“Foram nove noites que pudemos trazer um pouquinho do Brasil e de sua Cultura para pertinho de todos vocês, da história do que aconteceu ao longo desses 56 anos, essa coisa linda que se chama Festival de Folclore de Olímpia. Obtivemos audiência de mais de 100 mil visualizações, 16 países, Brasil, Suécia, Portugal, Peru, Nova Zelândia, Austrália, Índia”, disse o secretário.

Os apresentadores Andresa Maieiros e Luiz Carlos Queiroz também apresentaram o cartaz do Festival do ano que vem, provavelmente presencial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here