Dando continuidade às ações de combate à dengue e ao escorpião, a Prefeitura da Estância Turística de Olímpia realizará mais dois mutirões em bairros do município. Um deles será neste sábado, dia 07, na região do Jardim Cisoto. Já o outro percorrerá as ruas do Jardim Santa Ifigênia, entre os dias 09 e 13 de dezembro.

Embora o trabalho seja realizado durante todo o ano, com a chegada do período das chuvas, a intensificação das orientações e da busca ativa em residências se fazem ainda mais necessárias para evitar o avanço no número de casos da doença.

Por isso, nas últimas semanas, as equipes da secretaria de Saúde em parceria com Obras, Engenharia e Infraestrutura estão realizando mutirões de limpeza com o objetivo de eliminar criadouros. A ação, que já percorreu os bairros Alvorada, Santa Fé, Campo Belo, Harmonia, São José e São Francisco, retirou mais de 70 caminhões de entulhos das residências.

Coordenado pelo setor de Combate às Endemias, o serviço promove o recolhimento de diversos materiais como pneus, garrafas, recipientes que acumulam água e móveis velhos, não sendo recolhidos apenas materiais de construção. Durante o mutirão, a orientação é para que os moradores coloquem os materiais a serem descartados na calçada já no primeiro dia do serviço. A coleta será realizada das 8h às 16 horas.

Ainda segundo o departamento responsável, os bairros que vêm recebendo as ações foram priorizados devido ao alto número de criadouros encontrados pelos agentes de controle de vetores.

Para monitorar as ações desenvolvidas e discutir o combate à dengue, a secretaria de Saúde montou, este ano, uma Sala de Situação. A medida visa reunir membros das secretarias municipais e setores envolvidos para definir ações a serem implantadas na cidade, além de fazer o acompanhamento sobre os casos da doença.

Segundo o secretário de Saúde, Marcos Pagliuco, o município segue intensificando as ações para evitar aumento de casos de dengue. “Estamos orientando e fazendo uma busca ativa para eliminar criadouros. Os quintais das residências são os principais locais em que os agentes encontram focos e, por isso, é fundamental conscientizar os moradores de que toda ajuda é fundamental nessa luta contra o mosquito. Precisamos fazer um trabalho conjunto de prevenção para que não a cidade não sofra com o avanço da doença”, salienta Marcos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here