A Prefeitura de Olímpia, por meio da Secretaria de Saúde, realizou, no último sábado, dia 1º, a vacinação contra a gripe em pacientes acamados ou com mobilidade reduzida do município.

Durante a ação, seis equipes da Vigilância Epidemiológica, formadas por enfermeiros e técnicos em enfermagem, percorreram as residências aplicando as doses em pacientes cadastrados e instruindo os cuidadores e familiares sobre os sintomas da gripe. No total, 120 pacientes foram imunizados.

De acordo com o secretário de Saúde, Marcos Pagliuco, a vacinação dos acamados é uma medida que facilitar o acesso à prevenção para pacientes prioritários impossibilitados de comparecer aos postos de vacinação. “O paciente com mobilidade reduzida ou acamado é suscetível à gripe e temos que imunizá-los. Com esta medida, cumprimos nosso objetivo e ainda orientamos os cuidadores e sanamos dúvidas sobre a doença”, explica Marcos.

No mesmo dia, o Ambulatório de Referência e Especialidades (Postão) e a Unidade Básica de Saúde Dona Dalva Fernandes Moreda Ayusso (Campo Belo) também estiveram abertos para imunizar o público alvo da campanha. Ao todo, foram vacinados 75 moradores inseridos nos grupos de risco.

CAMPANHA PRORROGADA

Marcada para ser encerrada na última sexta-feira (31), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe de 2019 foi prorrogada pelo Ministério da Saúde. Com a medida, as doses da vacina estão disponíveis gratuitamente para toda a população, a partir desta segunda-feira (3).

Os interessados em receber a dose devem procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência, das 7h30 às 16h30, de segunda a sexta-feira, com a caderneta de vacinação em mãos. A campanha será promovida enquanto durarem os estoques.

Segundo dados divulgados pela Vigilância Epidemiológica, o município registra 13.486 doses aplicadas, ou seja, 78,27% de cobertura dos grupos prioritários. Os dados demonstram que a cidade já imunizou 2.346 crianças até seis anos incompletos, ou seja, 67,26% do total, 344 gestantes (71,67%) e 92 puérperas (mães no pós-parto), que representam 116,46%.

Em relação aos trabalhadores da Saúde, foram aplicadas 864 doses, correspondendo a 80% do total. Já os professores registram 725 imunizações, ou seja, 77,13%. Dos idosos, 6.333 pessoas foram imunizadas (84,80%). Além desses, os pacientes com morbidades somam 2.629 doses aplicadas, ou seja, 71,13%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here