Em entrevista exclusiva ao Diário, nesta sexta-feira (15) de manhã, em seu gabinete, o prefeito Fernando Cunha revelou detalhes de como será o Réveillon em Olímpia, após um ano de jejum por causa da pandemia do novo coronavírus, inclusive da programação artística que a secretária Priscila Foresti, do Turismo e Cultura, já está preparando. A entrevista em vídeo está logo abaixo

“A gente tem adiado autorizações para eventos que aglomeram, como shows, jogos, circo e parque de diversão, mas, a nossa expectativa é que, em dezembro, isso já esteja em condições de ser permitido”, disse o prefeito, acrescentando que vem dando certo “eventos-testes em algumas cidades do Brasil”.

Em Olímpia, inclusive, está autorizado o primeiro grande evento presencial de 23 a 27 de novembro, o IV Conexidades, no Thermas dos Laranjais, mas todos deverão apresentar passaporte sanitário de esquema vacinal completo de prevenção à Covid-19 ou testar na hora com PC-R (teste do cotonete).

“Vai ser em um ambiente controlado, a pessoa tem que ter o passaporte da vacina senão não entra, ou terá que testar negativo, mas já é um primeiro congresso que a gente autoriza”, explicou Fernando.

FINALMENTE, O RÉVEILLON

“O Réveillon vai ser a primeira experiência de grande encontro de público, as pessoas estão querendo viver, festejar, então já planejamos, o Thermas cedeu o seu estacionamento e a secretária Guegué (Priscila Foresti) está organizando, já contratou o Boca Nervosa para o ‘esquenta’ das 22h à meia noite e, depois, o César Menotti e Fabiano”, revelou o prefeito ao Diário.

A princípio, não foram criadas as regras para participação, segundo o prefeito, pode ser que não sejam exigidos passaporte sanitário e nem teste positivo na porta. “É uma confiança, vai correr tudo bem, as pessoas são responsáveis e saberão se comportar”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here