O ex-presidente da Câmara Municipal de Severínia, e atual candidato a prefeito daquela cidade, Celso da Silva, tornou-se réu em mais uma Ação Civil Pública. Uma empresa de informática de Olímpia também está envolvida.

O objeto da denúncia seria, segundo a inicial abaixo publicada, ‘um conluio entre os réus para burlar a lei de licitações, admitindo subsidiariamente, que o réu Celso da Silva poderia ter agido com culpa de negligência’.

Aceita a denúncia do Ministério Público, o ex-presidente e os demais requeridos, tem 15 dias para apresentarem defesa, após serem citados da referida decisão.

Uma condenação nesse tipo de ação, pode deixá-lo inelegível, não podendo votar e nem ser votado.

Celso como já noticiado pelo Diário de Olímpia, já vem respondendo em outras ações, que somadas, ultrapassam mais de meio milhão de reais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here