Da Redação — O Diário de Olímpia recebeu a informação de que o ex- presidente de Câmara Municipal de Severínia, Celso da Silva (PSB), e provável postulante ao cargo de prefeito naquela cidade nas eleições deste ano, foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo, através da Promotoria de Olímpia, por pratica de ato de Improbidade Administrativa.

Consta na inicial que o ex-presidente teria ordenado despesas com gastos de informática e afins, sem o devido procedimento licitatório.

Lembrando que como já noticiado pelo DO, o ex-presidente Celso da Silva (PSB), também é réu em outra Ação Civil Pública, e seu veiculo, Corsa, encontra-se bloqueado judicialmente, atendendo pedido formulado pela Promotoria de Olímpia (leia aqui ).

Celso figura como réu ainda em outra Ação Civil Pública, que tem como o objeto, o ressarcimento de danos causados por contratação supostamente irregular, de empresa de assessoria contábil pela Câmara de Severínia no biênio 2011-2012.

Os valores somados das três ações chegam à importância de meio milhão de reais: R$ 70.120,97(Processo nº 1004073-40.2015.8.26.0400; R$ 171.750,00 (Processo nº 1004315-96.2015.8.26.0400) e 348.508,20 (Processo nº 1001947-80.2016.8.26.0400) = R$ 590.379,17.

Celso foi vereador no município de Severínia de 2009 a 2012, atualmente exerce o cargo de secretário parlamentar do deputado Federal Luis Lauro (PSB).

1 COMENTÁRIO

  1. Conheço bem o Celso da usina e é um verdadeiro lobo vestido de cordeiro. Mandou reformar um negócio lá que segura a Bíblia e ficou se não me engano um valor alto . Se fosse comprar essa peça ficaria micharia, mas o $$$$$$$$ falou mais alto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here