O primeiro Food Park de Olímpia, o Roots, deverá ser entregue à população em meados de setembro. E as novidades não param aí: não é apenas um terreno para abrigar ‘trailers’, mas um verdadeiro centro gastronômico e de lazer, com inovações até então inéditas na região, parcerias comerciais exclusivas, um parklet diferenciado, e uma expectativa que, com o avanço das obras, cresce cada vez mais.

Os jovens empreendedores Túlio Braga e seu irmão Gabriel, e Lucas Fossalussa Lisse, falaram com exclusividade ao Diário, revelando que o público está também ansioso e recebendo essas novidades ‘de forma calorosa’. Se preferir, assista a entrevista com muito mais detalhes:

Lucas revela que, apesar de alguns atrasos em entrega de material, “tivemos sorte com o nosso construtor, que é muito ágil, eficiente, as obras estão dentro do cronograma esperado e em meados de setembro, não vou dar spoiler da data, vamos inaugurar o Roots, se Deus quiser”.

Visão parcial das obras do Roots

Túlio, por sua vez, disse que o projeto e as parcerias estão indo além do que foi imaginado, e planejado, inicialmente: “Hoje não é nem um terço do que tinha sido pensado, felizmente o feedback foi grande, as parcerias são de qualidade, vamos ter uma diversidade muito grande de alimentação – Dona Morena (Bambi), Vila Dionísio, Luan Scarpinetti, o conceito do bar rooftop, com vistas exclusivas, um dia você pode desfrutar da visão da frente, ou dia dos fundos, enfim, é novidade em Olímpia”.

Rooftop, novidade em Olímpia

Por sua vez, Gabriel Braga destaca outra inovação, presente nos parques aquáticos, mas que o Roots trará para a gastronomia do local: o pagamento por cartão pré-pago exclusivo do local. “É o sistema Zig Pay”, disse, e explica: “Você faz um cadastro em frações de segundos e vai receber um cartãozinho, sistema pós-pago. Com ele, adentra ao espaço e pode consumir em qualquer ponto de venda e, ao final, você terá a opção de pagar com cartão de débito, crédito ou até em dinheiro, através dos totens e de celulares que esses pontos disponibilizarão, evitando filas, desconforto e mais segurança”.

Obras não param para cumprir cronograma de entrega do Roots

O futuro Roots Food Park tem capacidade estimada de público de 350 pessoas, dependendo a época de alta ou baixa temporada e também da rotatividade, sem contar os mezaninos dos Rooftops, que poderão abrigar cerca de 75 pessoas sentadas. Lucas acredita que “talvez a gente consiga adequar o espaço para até 500 pessoas”. Haverá também, além do moderno sistema de som JBL, externo, música ao vivo, presença de bandas, e com isso o público também será bem fluido.

Dona Morena (Bambi) terá um box exclusivo

Questionado pelo Diário, Lucas Lisse anunciou algumas parcerias fechadas, como doce de Gramado, hot-dog de Itumbiara, sorvetes Bambi, massa artesanal italiana que o consumidor monta na hora, box de brindes, Vila Dionísio, Hamburgueria Tex Max, entretenimento infantil, os bares estilo ‘rooftop’, entre outros (confira no vídeo detalhes de cada uma). “Não são apenas os nossos sonhos, mas sim 15 sonhos, muitas empresas que estão sendo constituídas em Olímpia, vamos prezar por qualidade, preço justo, na pandemia o perfil do consumidor mudou, a pessoa não sai de casa apenas por sair, ela quer viver uma experiência, algo diferente para ela e sua família, e isso vamos oferecer com certeza”, disse Lucas.

Obras do Roots Food Park

Ainda sobre essa experiência buscada pelo consumidor, Lucas exemplificou: “Não é apenas ir em um restaurante, comer e ir embora, sem nenhuma carga de experiência, uma novidade que surpreenda, a gente está apostando muito nessa experiência que as pessoas irão encontrar no Roots Food Park, porque sabemos que, para sair de casa, com esse novo cenário, a família está muito mais criteriosa”.

PARCERIA EXCLUSIVA AMBEV

Os empreendedores se dizem surpresos, também, com a receptividade que a AMBEV, uma empresa brasileira dedicada à produção de bebidas, entre as quais cervejas, refrigerantes, energéticos, sucos, chás e água, deu ao Roots, dando-lhes a chancela da credibilidade do projeto.

Parceria fechada com a AMBEV

“Vai ter toda a linha de bebidas, desde cervejas, sucos, refrigerantes, pelo parque da AMBEV, o marketing será deles, aliás muito forte que em breve todos verão pela cidade. É um patrocínio exclusivo em nossa cidade e ficamos muito felizes por isso”, revela Túlio.

Visão do Parklet sendo construído para o Roots

PARKLET PÚBLICO

Sobre o parklet, o equipamento que ficará ao meio-fio do Roots, um espaço público para todos, independente de consumidor no Roots, até então novidade na cidade, Lucas ressalta que “as pessoas estranham, questionam inclusive se vai faltar estacionamento, não, não vai faltar, vamos providenciar mais espaço, soluções, o parklet vai ter atendimento especial, energia, tomadas para carregar celulares, e ninguém precisa consumidor para ficar lá, como você já escreveu, pode sentar para ler um livro até”.

Gabriel lembra que as obras estão sempre bem adiantadas. “Cada dia que você vai lá, é outro cenário, uma mudança diária, sempre nos surpreendendo e dando-nos a sensação maior de ansiedade, estamos até tendo experiências também nessa obra, imagine quando estiver concluída”, disse.

Visão das obras a partir do símbolo do Roots

SEGUNDO SEMESTRE COM INAUGURAÇÕES

Sistema de som externo todo JBL

Túlio revela que o sistema de som está sendo todo de qualidade, e tem marca: a famosa JBL (companhia norte-americana de eletrônicos de áudio pertencente a Harman International, subsidiária da Samsung): “Tem uma qualidade fantástica, estamos projetando cada detalhe dentro do Roots, e esse som fará toda a diferença também nessa experiência que o Lucas frisou, afinal temos de sonorizar um espaço de mais de 2 mil metros quadrados”.

O segundo semestre será marcado por inaugurações importantes no Turismo da Estância Turística: no próximo dia 2, o governador João Doria virá inaugurar o maior hotel em número de apartamentos do Brasil, o Solar das Águas Park Resort; provavelmente em novembro, conforme o Diário já apurou, virão o Museu de Cera e o Bar Gelado, do Grupo Dreams, também na Avenida Aurora; e com tudo isso, o Roots Food Park está programado para meados de setembro. Túlio que trabalha com Turismo Compartilhado comemora: “Tudo isso movimenta a cidade, não apenas turistas, mas olimpienses, o dinheiro está circulando, a economia reaquecendo, traz esperança, novos sonhos sendo realizados, conquistas maiores para Olímpia”.

Obras bem adiantadas do Roots (segunda quinzena de agosto 21)

Lucas responde ao Diário sobre os próximos passos do empreendimento Roots Food Park: “Só mesmo as obras estarem dentro do cronograma, acredito que os próximos trinta dias será um tiro, uma radical transformação daquele local será notada, quero agradecer aos parceiros, construtores, proprietária do terreno, enfim, todos que confiam na gente e no Roots”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here