A Estação de Tratamento de Esgoto da Estância Turística de Olímpia acaba de caminhar mais um passo para sua concretização. Na manhã desta sexta-feira (05), o prefeito Fernando Cunha assinou, na capital, um novo convênio que libera R$ 5,2 milhões em recursos estaduais para a retomada das obras. O despacho do Governador Geraldo Alckmin, que autorizou o aditivo, já havia sido publicado no Diário Oficial do Estado, em 16 de dezembro.

Com a liberação, a previsão é de que as obras sejam iniciadas ainda este mês e concluídas até o fim deste ano. De acordo com o superintendente do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), o engenheiro Ricardo Borsari, também presente no ato da assinatura, outros R$ 11 milhões já estão aprovados no orçamento do Estado deste ano com destinação às obras.

A retomada será feita pela extensão do emissário do Thermas dos Laranjais até o local da ETE.

A construção da ETE do município, que está enquadrada no Programa “Água Limpa” do DAEE, começou em 2011 e está paralisada desde 2014. O objetivo do equipamento é implantar infraestrutura para o tratamento da totalidade de Esgoto, uma vez que o município apresenta somente 22,88% de esgoto tratado e, inclusive, já foi multado pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), por não oferecer 100% de esgoto tratado. Com a concepção, a ETE será suficiente para atender a uma população estimada de 61 mil habitantes.

“Com esta assinatura, tenho mais segurança em garantir que a população de Olímpia terá 100% esgoto tratado, que é uma questão prioritária e de essencial importância para a qualidade de vida. Já temos o recurso para iniciar a retomada e mais R$ 11 milhões reservados, que devem ser liberados ainda este ano. O primeiro ano de gestão foi de muito preparo e, agora, estamos colhendo os frutos, focados, principalmente, em resolver as urgências dos olimpienses”, ressalta o prefeito. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here