Da Redação — A médica cubana Yolaysi Comendador Zamora, 45, recebeu na manhã desta sexta-feira (27), uma homenagem surpresa que a emocionou: a gratidão da população do bairro Santa Ifigênia, onde atua na Unidade Básica de Saúde Clodoaldo Marins Sarti, através da Associação Amigos da Zona Norte (AAZN), representada pelo presidente Fernando ‘Gaúcho’ e alguns membros.

IMG_9387Eles entregaram para a médica cubana, em seu consultório, no intervalo de consultas, um diploma em uma moldura: “Reconhecimento pelo alto padrão de atendimento e ética como profissional prestado na Zona Norte de Olímpia. Aquele que coloca o outro como prioridade merece todo o nosso reconhecimento”.

A médica tem 21 anos de formada, seis anos na Venezuela. Em abril, deverá retornar à Cuba, a pedido de seu governo, após três anos de Olímpia, para que outros médicos se revezem no programa federal de intercâmbio.

Ela veio com mais três profissionais cubanas: Edelmis Navarro Domingues, Tânia Gonzales Fonseca e Tatiana Lago Columbi – estas deverão retornar para o país de origem em maio, segundo revelou Yolaysi. Todas são médicas generalistas, especializadas em Saúde da Família.

“Eu sinto ter que deixar Olímpia, gostei muito daqui, do Brasil, mas tenho a minha terra, a minha filha, que está com 17 anos, é o meu porto seguro. Outros médicos cubanos deverão vir. Houve interesse da Secretaria da Saúde local para que continuássemos, felizmente fomos bem recebidas pela comunidade e pacientes, mas o programa trará novos profissionais no revezamento”, disse a médica homenageada.

O Diário de Olímpia acompanhou a entrega da placa, ao vivo pelo Facebook. Se não viu, confira:

Leia Mais

Médica cubana é a primeira da região do programa Mais Médicos

Cubana irá trabalhar 40 horas semanais na Saúde da Família de Olímpia

Agora, são quatro médicas cubanas para a Saúde da Família de Olímpia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here