No mês da Consciência Negra, a Estância Turística de Olímpia realizará no dia 14 (domingo), o Festival Aruanda Brasil,  por meio de live,  para celebrar o respeito às religiões de matriz afro-brasileira.

O evento também reafirma o compromisso da Prefeitura no combate à intolerância religiosa e toda forma de violência e discriminação diante da crescente violência que os adeptos, templos e terreiros de Umbanda e Candomblé vêm sofrendo, nos últimos anos.

A programação contará com a participação das Associações Olimpienses Tenda de Umbanda Caboclo Caramã e Pai Césario, Templo de Umbanda Morada de Caboclo e Preto Velho e da Casa de candomblé e aldeia do caboclo flecheiro. Além do apoio do Centro Cultural Vasco, Fundação Lauro Campos e Marielle Franco, Movimento Negro Unificado e dos membros do Conselho Municipal da Igualdade Racial de Barretos.

O festival celebra ainda a parceria especial com o “Centro Cultural e Social Aruanda Brasil” de Barretos, que traz para visitação, na Casa da Cultura, a exposição “Trilha dos Orixás”, que busca resgatar o conhecimento e enaltecer a cultura do povo negro, trazendo diversas atrações culturais que incluem o grupo parafolclórico Frutos da Terra, grupo de dança Detroit e o grupo Magia Negra de Rio Preto.

Encerrando as atrações, o evento contará com uma apresentação do Grupo Samba de Candeia, com a participação da cantora rio-pretense, Iza Lourenço, que juntos, prometem trazer muita música e diversão para toda a família.

A organização do evento tem ainda a parceria de Alex Correia, que já auxiliou na promoção de outros eventos culturais em Olímpia. A live do Festival Aruanda Brasil será transmitida pelos canais oficiais da Prefeitura.

O Festival foi indicado pela vereadora Alessandra Bueno, propositora do projeto de lei do Dia do Combate à Intolerância das Religiões Afro-Brasileiras no município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here