O Diário Oficial da União trouxe nesta segunda-feira (14) a outorga do Aeroporto de Olímpia. Como já divulgado pelo Diário, será um aeroporto maior dos existentes na região, suficiente para aviões de grande porte e, futuramente, para destinos internacionais. MATÉRIA ATUALIZADA COM FOTOS E IMAGENS DE DRONE FÁBIO CROSS

Maquete Prefeitura de Olímpia

A previsão é que esteja inaugurado em 2026, com investimentos de R$ 100 milhões, inicialmente. O objetivo é o de  transformar o município em destino turístico nacional e internacional.

O documento é assinado pelo secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann. Segundo o projeto apresentado à Secretaria de Transportes Aéreos do Ministério da Infraestrutura, a pista para decolagens e pousos será maior que a do Aeroporto de Rio Preto, com 2.250 metros de comprimento por 45 metros de largura. O aeródromo rio-pretense tem 1.640 metros de comprimento por por 35 de largura. Isso significa que os principais aviões comerciais que operam no continente — Airbus A320 e Boeing 737 — poderão operar sem limitações de peso e capacidade no local, um dos problemas enfrentados em Rio Preto.

Maquete Prefeitura de Olímpia

O prefeito Fernando Cunha já havia decretado de utilidade pública uma área na Rodovia Assis Chateaubriand, entre Olímpia e Guapiaçu (sentido São José do Rio Preto), 20 quilômetros de Olímpia e 30 quilômetros de Rio Preto.

Fotos atualizadas em 15/6/21 por Fábio Cross

A intenção é que a instalação seja financiada com investimentos privados, sem aplicação de recursos públicos.

O custo estimado pela prefeitura de Olímpia para a construção do aeródromo é de R$ 100 milhões. Agora, o município se dedica a estudos para atrair empresas interessadas em construir e administrar o aeroporto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here