O prefeito Fernando Cunha, de Olímpia, esteve, nesta terça e quarta (21 e 22), em Brasília, para duas reuniões importantes nos Ministérios da Educação e Cidades. O primeiro encontro foi no Ministério da Educação, com o ministro Mendonça Filho.

A reunião, que contou com a participação de 70 prefeitos do Estado de São Paulo, teve o intuito de pleitear recursos públicos e tirar pessoalmente dúvidas sobre programas e investimentos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Para isso, o ministro Mendonça Filho determinou que fosse montada uma estrutura de atendimento no auditório do MEC com toda a equipe técnica do FNDE. “Queremos ter os gestores municipais como parceiros efetivos, em iniciativas que incluem o apoio à conclusão de obras paralisadas e a melhoria na qualidade da alfabetização nas escolas”, disse.

reunioes-Brasilia-(1)

Na oportunidade, o prefeito Fernando Cunha solicitou a liberação do valor de quase R$ 2 milhões para a construção de uma unidade escolar na região do bairro Village Morada Verde.

Já no Ministério das Cidades, o prefeito protocolou ofício solicitando recursos para a implantação das obras de melhoria no sistema de mobilidade urbana. No pedido, Fernando Cunha pediu ao ministro Bruno Araújo a construção de duas pontes sobre o Córrego Olhos D’água e também a construção de, aproximadamente, 400 metros de pavimento viário para realizar a duplicação do trecho da Avenida Aurora Forti Neves. A primeira ponte ligará a Rua João Olmos à Rua Henriqueta Pinto, e a segunda será construída próxima à rotatória de acesso ao Parque Thermas dos Laranjais. O valor do recurso solicitado foi de R$ 1,6 milhão.

Outro assunto que foi debatido pelo prefeito no Ministério das Cidades foi as obras da ETA, a Estação de Tratamento de Água, tema considerado prioritário pela nova gestão. Fernando se reuniu com o engenheiro civil, Alceu Segamarchi Júnior, secretário nacional de Saneamento, e discutiu a apresentação de um novo projeto que prevê a instalação de um poço profundo para que os recursos sejam liberados.

“Nossa intenção é que seja substituída a captação do Rio Cachoeirinha pela perfuração de um poço profundo. Essa mudança representará uma economia aos cofres públicos, já que a captação pelo rio teria um custo de mais de R$ 20 milhões e, com o poço profundo, o valor cairá pela metade. Importante lembrar que a vazão a ser obtida não será alterada”, ressaltou o prefeito.

ENCONTRO COM O GOVERNADOR

O prefeito também encontrou com o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, no saguão do aeroporto Juscelino Kubitschek. Na oportunidade, Fernando Cunha falou com o governador sobre Olímpia e agendou uma visita de Alckmin na cidade para o mês de maio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here