A Escola Estadual Dona Anita Costa, de Olímpia, lançou na noite de domingo (4) de agosto, no Recinto do Folclore, o selo comemorativo do centenário de sua fundação, cuja data será celebrada em outubro. O lançamento ocorreu no estande da escola, no Pavilhão Turístico e Cultural do 55º Festival do Folclore.

No ato, estiveram presentes o prefeito Fernando Cunha, o secretário de Turismo e de Cultura, Esportes e Lazer, também presidente da Comissão Organizadora do Fefol, Selim Jamil Murad, a secretária municipal de Educação, Maristela Meniti, a diretora da escola, Dulce Berti, e os representantes dos Correios, Carlos Favarão (coordenador de atendimento e vendas dos Correios de São José do Rio Preto) e Paulo Tarifa (gerente da agência local), além de professores e funcionários da unidade escolar.

No local, além do selo, também está sendo divulgado material alusivo aos 100 anos, além da comercialização de camisetas e convites de um jantar, programado para dia 1º de novembro, no Thermas dos Laranjais, em celebração à data. Ainda compondo a programação, haverá uma Mostra Científica e Cultural, na sede da escola, nos dias 17 e 18 de outubro, das 7h às 17h.

Na noite deste domingo, durante o lançamento do selo, a diretora Dulce Berti, em seu discurso, destacou o apoio da Prefeitura da Estância Turística de Olímpia no projeto elaborado para esta comemoração. “Nós criamos uma comissão que organiza esta programação especial e esta comissão foi prontamente atendida pelo prefeito Fernando Cunha, que abraçou e entendeu nossa causa. Só temos que agradecer”.

O prefeito Fernando Cunha parabenizou a escola Anita Costa, local onde inclusive iniciou estudos em 1964. Lembrou com saudades de sua primeira professora, Elza Zanin, e em nome dela homenageou todos os docentes que passaram pela unidade.

A ESCOLA

O Grupo Escolar de Olímpia, atual E.E. Dona Anita Costa, foi criado por decreto de 15 de outubro de 1919, sendo instalado pelo seu primeiro diretor, professor Rodrigo Rodrigues Rosa, em 19 de novembro do mesmo ano. Para a implantação do grupo, foram adaptados dois prédios particulares arrendados, situados à Rua Bernardino de Campos, números 86 e 88. Devido ao crescimento da cidade, impulsionado pela economia cafeeira, o número de matrículas foi aumentando e surgiu a necessidade de um novo prédio. Em setembro de 1940, finalmente o prédio próprio, localizado na antiga Avenida XV de novembro, atual Avenida Waldemar Lopes Ferraz, foi entregue e inaugurado em primeiro de abril de 1941 e a escola passou a denominar-se “Dona Anita Costa” a partir de 1944.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here