A Prefeitura de Olímpia segue com os trabalhos na maior obra de saneamento do município, a construção da Estação de Tratamento de Esgoto, que visa implantar infraestrutura para o tratamento de 100% do esgoto da cidade.

Esta obra é considerada um das maiores marcas registradas do trabalho deixado pelo ex-prefeito, hoje deputado federal eleito, Geninho Zuliani.

A obra é fundamental porque, atualmente, o município conta somente com a Estação Compacta de Tratamento de Esgoto “Córrego dos Pretos”, localizada no Jardim Santa Fé, que trata apenas 22,8% do esgoto da cidade. Com a conclusão da nova ETE, o sistema será suficiente para suprir a demanda.

No local, já foram executadas a limpeza e o tratamento das ferragens que estavam expostas e estão em conclusão a amarração e montagem de caixarias para concretagem. Também estão em fase final a limpeza geral e destaque de fissuras, e limpeza do concreto interno e externo para impermeabilização, sendo que em alguns ambientes já estão prontos o tratamento das fissuras e trincos.

A obra contempla ainda a construção de um emissário, que terá 2.500 metros e será interligado até a ETE. A estrutura está na fase final, faltando apenas 60 metros para chegar até a Rodovia Assis Chateaubriand, onde já foi executada a passagem da tubulação, de forma não destrutiva, por baixo da rodovia. O emissário está sendo implantado no prolongamento da Avenida Benatti.

O serviço tem sido desenvolvido por aproximadamente 65 funcionários, distribuídos na execução do emissário, execução da estação elevatória e execução da ETE. A ETC – Empreendimentos, Tecnologia e Construção Ltda. é a empresa responsável pelos trabalhos.

A obra da Estação de Tratamento de Esgoto, que começou em 2011 e estava paralisada desde 2014, faz parte do Programa Água Limpa, do Governo do Estado de São Paulo, por meio do DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica. Em janeiro deste ano, o prefeito Fernando Cunha, o município assinou um aditamento ao convênio que liberou mais de R$ 16,5 milhões em recursos estaduais para a retomada das obras. A expectativa é de que a ETE esteja em pleno funcionamento já no próximo ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here