O Prefeito Renato Azeda, de Guaraci, mais uma vez esteve na Rádio Interativa FM daquela cidade fazendo anúncios de sua gestão, respondendo questionamentos da população ‘ao vivo’ em diversas áreas, como Saúde, Educação, Assistência Social, entre outros. Ele esteve acompanhado pelo vice Rafael Aguiar. O programa é comandado pelo radialista Geraldo Carlos Ventura.

O primeiro assunto que o prefeito destacou foi sobre Educação e, mais uma vez, lamentou “os prejuízos da pandemia” sobre o aprendizado público. Ele lembrou, mais uma vez, os investimentos e as reformas que vem realizando nas escolas municipais e que pretende também reformar, e até ampliar, as creches existentes, uma vez que recursos estaduais e federais no momento são praticamente impossíveis para novas unidades. Ele admitiu que há déficit, falta de vagas, principalmente para mães que trabalham, e que pretende diminuí-lo no ano que vem.

Renato disse que a sua preocupação é para a melhora da alfabetização “corrigindo falhas de administração anterior”, e que em 2022 pretende implantar o reforço escolar, contratando e capacitando mais professores. Aliás, de 7 a 17 de dezembro haverá essa capacitação no “Espaço Amigo” e, a partir do ano que vem, pelo menos 10 módulos serão aplicados, mensalmente, aos professores.

DE SEXTA (25) A SEGUNDA (29), SEMANA ESPORTIVA

Ao falar dos Esportes, o prefeito disse que ‘vai de vento em popa’, e que para o Aniversário de Guaraci, embora sem shows, haverá uma Semana Esportiva, ou seja, uma maratona de competições em diversas áreas, com abertura nesta sexta-feira (25), às 18h30, no Estádio Municipal, encerrando-se na segunda-feira (29) com competições de Tênis de Mesa. O aniversário de fundação de Guaraci será na terça (30).

No site da Prefeitura de Guaraci há uma série de incentivos na área esportiva voltados para diversas faixas etárias.

NIVEL DO RIO

Mais uma vez, Renato Azeda foi questionado sobre a crise hídrica dos reservatórios ao redor de Guaraci e que, consequentemente, afetam a economia local, principalmente do turismo ecológico, aquático, e a empregabilidade nos ranchos do Pedregal e Riviera.

Ele revelou que esteve, no último final de semana, reunido com técnicos do Sebrae e autoridades em Icem, e entre os temas estava a necessidade de cobrar a cota mínima de 26% do nível das águas para manter a cidade em movimento, por isso frisa que continua insistindo com autoridades de Brasília, e com os deputados, especialmente o federal Arnaldo Jardim, para que a cota mínima seja respeitada. “Não estamos parados. Em momento algum nos acomodamos, estamos indo à ONS, ANA, na Câmara Federal, onde for preciso”, frisou Renato Azeda.

SAÚDE: CARRETA DO AMOR E CONFERÊNCIA

Ao falar da imunização contra a Covid-19 em Guaraci, o prefeito lamentou que 444 cidadãos não retornaram para a segunda dose. “Não é possível que esse número de guaracienses não estejam dando valor à vida, à ciência que já comprovou a necessidade de se completar o ciclo vacinal, e agora com a dose de reforço, a terceira”, lamentou Renato.

Renato aproveitou para anunciar que, de 20 a 30 de dezembro a Carreta do Amor estará na Praça da Matriz realizando diversos exames preventivos. E que, dia 7 do próximo mês haverá a Conferência Municipal da Saúde onde a população poderá participar e opinar sobre a Saúde pública em Guaraci. Confira esses eventos:

PROGRAMAS SOCIAIS

Ao abordar questões da Assistência Social, CRAS e Fundo Social, ressaltou a preocupação da Primeira Dama Andrea para colocar em prática programas que, ao mesmo tempo que auxiliam financeiramente ou com cestas básicas famílias que necessitam, dão também a oportunidade de inserção no mercado de trabalho, como os cursos profissionalizantes em parceria com o Sebrae.

Destacou ainda, Renato Azeda, que agora irá recrutar jovens do sexo feminino para trabalhar no Viveiro Municipal, a exemplo do sexo oposto, que estão sendo inseridos em diversas áreas da Administração. “É o início de uma formação profissional”, disse.

O trabalho das cestas básicas continua no Social, é necessário que a família se cadastre, seja na Assistência, CRAS ou Fundo Social, para que a equipe visite a residência e, muitas vezes, revelou o prefeito, “aquela visita é tão importante que detecta que não apenas a família precisa de uma cesta básica, mas de outras  prioridades ou programas que a gente possa ajudar, e a primeira Dama Andrea está sempre atenta”.

Também nessa área será dada partida ao projeto Convivência e Vínculo, para crianças e adolescentes – 7 a 14 anos de idade, dando mais oportunidades e qualidade de vida para esse segmento. “Antes, esses jovens não tinham o que fazer”, ressaltou Renato.

E ainda a primeira dama Andrea vai instalar a “Nossa Casa Lar”. “Antes, tínhamos que encaminhar esses jovens destinados pela Justiça para Olímpia, até que fosse determinado um destino final, agora, para mais conforto e até encaminhamento desse processo, será em Guaraci mesmo esse abrigo, e a Andrea tem um carinho enorme por essas crianças e dará um rumo certo”, revelou o prefeito.

Outro programa – Gera Vida – destina-se às gestantes, com entrega do Kit Maternidade e, ao final, as mães ganham um ensaio fotográfico, as costureiras já estão produzindo roupas e, depois que os bebês nascerem, essas mães também terão as crianças fotografadas. É mais uma oportunidade social. Além de todo o acompanhamento do Pré-Natal ao Nascimento.

A ‘MELHOR ESTAÇÃO DE ESGOTO’ PARA 30 ANOS

Renato deu um ‘grande notícia’: a gestão está prestes a soltar a licitação da Estação de Tratamento de Esgoto, através do Banco Desenvolve SP, toda a documentação solicitação a Prefeitura já encaminhou. “A obra é uma realidade, vamos ter o melhor projeto, a melhor Estação de Esgoto para os próximos 30 anos de Guaraci, claro que existe o tempo todo do trâmite, mas os moradores da Cohab 4 podem ter a certeza, verão a obra acontecendo, pode não ocorrer até o final do mandato, mas a obra é uma realidade”, disse.

E ‘outra novidade’ é que a construção das casas da CDHU será entregue por ‘módulos’, ou seja, à medida que forem sendo concluídas, serão entregues. O trabalho é do deputado federal Arnaldo Jardim.

O prefeito falou de diversas obras em andamento, como anel viário, sede do NAE (Núcleo de Apoio Escolar) para alunos especiais ou com transtornos (TEA), Centro de Convivência do Idoso, Caçambas, a revitalização da Orla do Riviera, Acessa SP, pavimentações e recapes, e abertura de novas ruas, novos trechos de iluminação, “tem muitas obras e outras para sair, mas gosto de anunciar quando forem concretas”.

FUNCIONALISMO: REESTRUTURAÇÃO COM JUSTIÇA

O prefeito de Guaraci frisou, em seu programa, sobre o funcionalismo municipal. Ele reforçou que não pagará ‘por horas não trabalhadas, apenas para complementar salário, horas extras são necessárias e vem sendo pagas à medida da necessidade, e vamos fazer uma reestruturação o ano que vem começando por quem ganha o menor salário da Prefeitura’.

Renato disse que baixou de 58% para 49% a folha em relação ao orçamento, sem cortar nenhuma hora extra trabalhada. E desafiou: “se pegarem a média dos vencimentos dos trê primeiros anos da gestão passada, tenho a certeza que hoje o funcionário, em média, tem maior ganho desse meu primeiro ano”.

PROTOCOLOS COVID: “LIBEROU, MAS TEM QUE TER ORDEM”

Renato voltou a tocar em um assunto que já havia falado em programas anteriores: com o avanço da vacinação, o Governo de SP está flexibilizando os protocolos, relaxando um pouco as medidas (dia 11 de dezembro, libera as máscaras em local público a céu aberto), mas lembrou: “Liberou, mas tem que ter ordem, temos visto que em certos lugares o som extrapolou, horário além do permitido, Guaraci não tem local especializado em shows, mas tem que lembrar (os bares) que tem que ser dentro da estrutura, e não fora, temos boletins de ocorrência policial, mas estamos avisando para depois não dizer que é perseguição política, e vamos manter o horário até às 2h”.

O prefeito lembrou, ainda, que alguns bares estão em áreas residenciais. “O direito nosso termina quando começa o do vizinho para não termos problemas”, disse.

RÉVEILLON E CARNAVAL

O prefeito de Guaraci disse que vai aproveitar o IV Conexidades para reunir os prefeitos da região para uma decisão em conjunto “estamos de olho na realidade da Europa e outros países, não podemos correr riscos com uma nova onda devastando tudo”. Ele prometeu para o próximo programa trazer as decisões.

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here