DA REDAÇÃO — A Estância Turística de Olímpia está entre as 100 melhores cidades mais inteligentes e conectadas do Estado de São Paulo, ficando em 70º no ranking geral e 36º na categoria de cidades do porte entre 50 mil a 100 mil habitantes, mas a classificação melhora levando-se em conta, o mesmo porte, em termos nacionais: 32º lugar.

Nos cinco primeiros lugares estão, pela ordem, as cidades de São Paulo, Campinas, São Caetano do Sul, Santos e Barueri. Da região, São José do Rio Preto está em 18º e Barretos em 64º lugares.

Do País, embora fora das 100 listadas, Olímpia aparece em 159ª posição, o que levando-se em conta a dimensão do País, foi bem classificada. Da região, Rio Preto é a 15ª cidade brasileira e Barretos em 141º lugar.

Por outro lado, Olímpia está dentro do ranking nacional em Educação e Economia.

CSC 2020

O destaque no Ranking Geral 2020 foi para a cidade de São Paulo, que atingiu a primeira colocação. O segundo lugar ficou com Florianópolis (SC), seguida por Curitiba (PR), Campinas (SP) e Vitória (ES). Em sexta colocação está São Caetano do Sul (SP); seguida por Santos (SP); Brasília (DF); Porto Alegre (RS); e Belo Horizonte (MG).

Nos dias 8, 9 e 10, foi realizado o evento nacional Connected Smart Cities e Mobility  Digital Xperience 2020, mais importante iniciativa de cidades e mobilidade do Brasil e que, em função da pandemia da Covid-19, foi apresentado no formato 100% virtual e por meio de plataforma dedicada. Durante a cerimônia de abertura, que contou com a participação de autoridades, representantes de empresas e especialistas nacionais e internacionais, foi divulgado o resultado do Ranking Connected Smart Cities 2020. 

O estudo, elaborado pela Urban Systems, em parceria com a Necta, está na 6ª edição e mapeia todos os 673 municípios com mais de 50 mil habitantes, com o objetivo de definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil.

O resultado é apresentado em 4 frentes: geral, por eixo temático, por região e por faixa populacional. O estudo é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia, mesmos eixos temáticos do evento nacional Connected Smart Cities.

OLÍMPIA, DESTAQUE EM EDUCAÇÃO E ECONOMIA

Em Educação, Olímpia obteve a 73ª posição no País, ficando entre as 100 melhores cidades inteligentes e conectadas, com nota 4,932. Em primeiro lugar na Educação do País, São Caetano do Sul (SP), com 7,089. A Estância passa à frente de São José do Rio Preto, em 94º lugar (4,851) e Barretos que não figura na lista.

Outro destaque para Olímpia nesse ranking nacional das 100 Cidades mais Inteligentes e Conectadas do País, foi para a Economia, que ficou em 20º lugar, com nota 5,718. Nesse quesito, em primeiro lugar no País, entre as 100, ficou Barueri (SP), seguida por Campinas (SP), Florianópolis (SC), Brasília (DF) e São Paulo (SP). Da região, Rio Preto ficou em 38º lugar (5,431).

DESTAQUES DA REGIÃO SUDESTE

A região Sudeste concentra as cidades mais inteligentes e conectadas, sendo seis municípios entre os 10 mais bem colocados (em 2019 foram seis e, 2018, sete). Três municípios são da região Sul e um do Centro-Oeste, sendo que as regiões Norte e Nordeste não têm representante entre os 10 melhores. Palmas (TO) está na 32ª colocação no Ranking Geral e Recife (PE) na 15ª.

Na classificação por região, destacam-se: no Centro-Oeste, Brasília (DF) com a 1ª colocação no Ranking Connected Smart Cities; no Nordeste, Recife (PE); no Norte, Palmas (TO); no Sudeste: São Paulo (SP); e no Sul: Florianópolis (PR).

Jaguariúna (SP) é o destaque das cidades entre 50 e 100 mil habitantes; de 100 a 500 mil: Vitória (ES); e acima de 500 mil habitantes: São Paulo (SP).

Olímpia, embora fora das 100 CSC do País, alcançou a posição de número 103 do Sudeste Brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here