A população da Estância Turística de Olímpia vai pagar mais barato pelo serviço de coleta de lixo no próximo ano. É o que revela o Decreto Nº 6.975, publicado no Diário Oficial Eletrônico em 22 de novembro de 2017, o qual trouxe que o valor a ser cobrado por m² construído em 2018 será R$ 1,67.

A taxa é cerca de 20% menor que a cobrada em 2016, quando foi de R$ 2,07 por m². Para 2017, o valor inserido na cobrança do carnê do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) também já apresentava redução, por meio de um projeto de lei, que atendeu a um pedido do prefeito Fernando Cunha, em que a taxa foi de R$ 1,76 por m².

Tal redução, divulgada no início do ano, foi possível devido ao fato dos grandes geradores terem sido retirados do serviço de coleta e destinação do lixo domiciliar. Com a mudança, geradores acima de 200 litros diários passaram a realizar sua própria coleta e destinação ou custearam a atividade, de acordo com a produção de lixo. A alteração permitiu que o custo total do serviço diminuísse cerca de R$ 1 milhão, o que proporcionou o abatimento no valor cobrado do munícipe.

Com a nova legislação, o valor a ser cobrado do contribuinte corresponderá ao custo do serviço por metro quadrado da área atendida e o valor da taxa será proporcional à área construída de cada imóvel.

“A redução da taxa do lixo foi um compromisso cumprido com a população antes mesmo de iniciarmos o mandato. Não era justo que a população arcasse com os custos da produção dos grandes geradores, por isso, pedimos a mudança e, para o próximo ano, conseguimos diminuir ainda mais o valor cobrado pelo serviço, além da redução linear de 15% no valor do IPTU 2018 e os benefícios que vamos oferecer para os contribuintes”, destacou o prefeito Fernando Cunha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here