Operação Jequitibá da Policia Ambiental faz fiscalização em áreas de queimadas e multou empresa de Olímpia em quase de 1 milhão de reais.

A Policia Ambiental mobilizou tropas em toda a região na operação Jequitibá. A fiscalização tem como alvo o combate aos danos ambientais causados pelas queimadas. Com TV Record Rio Preto e Júlio César Faria 

Durante durante patrulhamento rural e fiscalização de focos de queimada do satélite de referência do INPE pelo município de Olímpia/SP, compareceu em uma propriedade rural, onde constatou algumas irregularidades.

Ainda em Olímpia, durante a Operação Jequitibá, realizada pela Polícia Ambiental, 4º BPAmb – 3ª Cia – 2º Pel – Barretos, uma equipe formada pelos Policiais Ambientais Cb PM Jardini; Cb PM Dos Reis; e SD PM Satoshi, durante patrulhamento rural e fiscalização de focos de queimada do satélite de referência do INPE pelo município de Olímpia/SP, compareceu em uma propriedade rural, onde constatou algumas irregularidades.

Segundo a Polícia Ambiental, o local o fogo atingiu cana de açúcar, palha de cana e vegetação nativa. Após realizar a aferição dos aceiros com utilização de uma fita métrica, os policiais constataram que os aceiros ao redor das áreas de vegetação estavam com tamanho entre 5 e 6 metros, estando em desacordo com as normas que exige tamanho mínimo de 6 metros para os aceiros destas áreas.

O fogo atingiu 55,4 hectares de vegetação nativa em estágio inicial em área comum, 23,8 hectares de vegetação nativa estágio avançado em área comum e 2,6 hectares de vegetação nativa pioneira em área de preservação permanente, todos bioma mata atlântica.

Sendo assim, foi elaborado em desfavor da empresa responsável, o AIA 20227-1 no valor de R$457.050,00 AIA 20227-2 no valor de R$ 249.900,00 e o AIA 20227-3 no valor de R$ 19.500,00, todos autos devidamente majorados nos termo do Art. 61 da Resolução SMA 48/2014.

Na esfera penal o infrator responderá por crime ambiental.

No total as multas chegaram a R$ 726.450,00, ou seja, quase 1 milhão de reais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here