No final da tarde de ontem, foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Olímpia que Vanessa de Oliveira do Nascimento, 29 anos (completaria no dia 13 de dezembro), residente na Rua Edward Pinto Narciso, no Jardim Leonor, em Olímpia, foi encontrada morta por seus familiares, deitada em sua cama em decúbito dorsal, ou seja, de barriga para cima.

Fotos Reprodução Facebook

O caso foi registrado pelo tio da vítima, Rodolfo de Oliveira, motorista, 46, residente no Harmonia. Ele contou que recebeu um telefonema de sua irmã Cláudia Helena do Nascimento, de que a sobrinha não estava respondendo mensagens ou telefonemas. Daí, ela foi até à casa dela e, mais uma vez, Vanessa não atendeu aos chamados.

Foi preciso usar a chave de uma vizinha para abrir a porta da casa de Vanessa, foi quando a encontrou deitada na cama, já com rigidez cadavérica. Daí, os parentes e o ex-marido de Vanessa foram chamados, e também o SAMU, que constatou que a jovem estava morta.

Consta que ela tinha ataques epiléticos e fazia uso de medicamentos.

O corpo foi encaminhado ao Servido de Verificação de Óbito (SVO), de Barretos, onde será apurada corretamente a causa da morte.

O Diário externa aos familiares e amigos os nossos mais profundos sentimentos de pesar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here