ATUALIZADA / FOTOS E DEPOIMENTOS EXCLUSIVOS — O vereador Marcos Antonio dos Santos, 43, de Olimpia, foi preso em flagrante na manhã desta terça feira (6), acusado de concussão (pedágio, ou popular ‘metadinha’) pela servidora da Câmara Municipal Brenda Martins Pavani, que alega estar pagando há quatro meses para Marquinhos, além de estar sendo assediada sexualmente para ‘sair’, mas que é casada e sempre recusou. Nas redes sociais dela, era cabo eleitoral dele até dias atrás (veja perfil dela).

Ela também disse, em depoimento e entrevista à TV Tem e ao Diário, com exclusividade, que ‘todos os vereadores agem dessa forma’ e disse desconhecer ‘outra forma de admissão de funcionários na Câmara’ a não ser o ‘pedágio’. O vereador Marcão da Gazeta, ao tomar conhecimento dessa afirmação, disse que irá processá-la para que prove que são ‘todos’, ou quem são.

Vereador analisa documentos de seu gabinete que lhe foram entregues, já preso em flagrante
Vereador analisa documentos de seu gabinete que lhe foram entregues, já preso em flagrante

Ela foi ouvida pelo delegado de polícia civil Ricardo Afonso Rodrigues. O vereador Marcos Santos aguardou na sala de investigadores para ser ouvido, e recebeu a irmã com documentos de que necessitava, de seu gabinete, para comprovar a inocência.

Ao Diário, confidenciou: “Agora ferrou a minha campanha. Vou ter que renunciar à candidatura”.

O dinheiro que a servidora entregou para o vereador, 'conforme combinado'
O dinheiro que a servidora entregou para o vereador, ‘conforme combinado’

Em entrevista exclusiva ao Diário de Olimpia, ele negou os fatos e alega que ‘houve armação’, já que a prisão se deu após ela entregar dinheiro em espécie para ele, em seu gabinete nesta manhã. Marquinhos diz que o dinheiro faz parte de um empréstimo que ele havia lhe feito para aquisição de casa popular.

Todo o dinheiro que ela sacou do banco, foi xerocopiado e entregue à Polícia Civil
Todo o dinheiro que ela sacou do banco, foi xerocopiado e entregue à Polícia Civil

A entrevista exclusiva do delegado à TV Tem e Diário de Olímpia:

A funcionária havia feito a denúncia no dia anterior no Ministério Público. O delegado, segundo consta, foi chamado pela promotoria, para que investigasse o caso. “Nós nos preparamos para, de fato, prender o vereador em flagrante, até mapa do local das imediações da Câmara fizemos”, disse o delegado ao Diário.

Delegado Ricardo Afonso Rodrigues em entrevista ao Diário e TV Tem
Delegado Ricardo Afonso Rodrigues em entrevista ao Diário e TV Tem

Ainda em entrevista exclusiva, o vereador diz que havia pedido na sexta feira a exoneração dela (veja documento), embora protocolado ontem (5), embora ela não fosse mais a sua funcionária. Segundo o vereador, não trabalhava e ficava o dia todo em conversas na internet.

Em entrevista à TV Tem e ao Diário de Olímpia, sem querer aparecer a sua imagem televisiva, a servidora Bruna disse que, de seu salário, ficava apenas com mil reais. Pouco mais de 1,8 mil ia para o vereador. Isso foi por quatro meses. Alega que decidiu fazer a denúncia por não aguentar mais o assédio, inclusive ‘me pedia para sair com ele, era a única que não tinha saído’. Ela desmentiu o ‘empréstimo’ feito por Marquinhos: “Tenho provas de que pedi dinheiro emprestado nas Casas Pernambucanas, e não para ele”.

Delegado observa o dinheiro que o vereador já tinha embolsado quando foi preso em flagrante quando deixava o prédio da Câmara nesta manhã
Delegado observa o dinheiro que o vereador já tinha embolsado quando foi preso em flagrante quando deixava o prédio da Câmara nesta manhã

Se não houver relaxamento da prisão, o vereador passará a noite preso, e por ter curso superior, bacharelado em Direito, será encaminhado para a cadeia pública de Taiuva, em cela separada, conseguida pelo delegado-titular Marcelo Puppo.

O delegado disse que o crime de concussão é quando o servidor paga “pedágio” para o vereador que o indicou. E que, se condenado, o vereador pegará de 2 a 8Brenda cabo eleitoral anos de prisão.

O Diário continua de plantão acompanhando o desdobramento deste caso, já com repercussão em toda a região devido à gravidade da denúncia.

O curioso é que, em seu perfil no Facebook, ela mantém foto de capa fazendo campanha, em final de agosto passado, para o vereador. Veja ao lado.

E mais curioso ainda, ela sempre compartilhou as ‘obras’ do vereador, inclusive dias atrás.

Não se sabe se ela será, de fato, exonerada.

Vamos aguardar o posicionamento da presidência da Câmara.

compartilhando

E também o ‘santinho’ de seu vereador:

brendacabo

7 COMENTÁRIOS

  1. Meu essa menina ta de sacanagem, olhando em suas redes sociais ela tem até uma foto de perfil com o numero de candidatura de Marcos Santos, vários posts compartilhados do Vereador Marcos Santos. Muito estranho a moça trabalhar na Câmara Municipal, não foi ao menos indicada pelo Vereador citado conforme reportagem, e ela só Compartilha posts do Vereador Marcos Santos. #MuitoEstranho

  2. Político, evangélico Partido: DEM, o perfil do bandido de gravata. E as pessoas acham que só o PT que rouba o país, inocentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here