A Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada de sábado, (13), a votação em primeiro turno da proposta de reforma da Previdência, conhecida como PEC 6/19. A análise do texto final foi concluída na sexta-feira, (12/7), depois enviada para a comissão especial, que já deixou pronta a redação para a votação em segundo turno, que deverá ocorrer a partir de 6 de agosto.

Favorável ao projeto, o deputado federal Geninho Zuliani, do DEM/SP, foi um dos 379 parlamentar que votou sim à proposta.

O texto-base da reforma, na forma do substitutivo do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), foi aprovado na última quarta-feira, (10/7). Apenas 131 deputados foram contra.
Após a aprovação, ainda foram avaliados 12 destaques e emendas apresentados pelos partidos.

“Desde que o começo da proposta me manifestei favorável ao projeto. Trabalhei na Comissão Especial por cinco meses. Nosso País está em uma situação fiscal gravissíma, com a reforma, a atual situação deve ser reajustada, tende a melhorar os investimentos estrangeiros no País e fazer com que investidores voltem a acreditar no Brasil, sem contar que deve gerar emprego para 14 milhões de brasileiros que estão à margem do desemprego”, frisa Geninho.

VAQUEJADA

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 402 votos a 34, o texto-base do projeto de lei que regulamenta as práticas da vaquejada, do rodeio e do laço no Brasil (PL 8240/17).

O deputado federal Geninho Zuliani, do DEM/SP, foi um dos parlamentares que votaram à favor da proposta.

“Sou testemunha, como criador de cavalos, da qualidade do trato dos animais nestas provas”, frisou Geninho, em plenário.

A proposta aprovada define as modalidades que passam a ser reconhecidas como esportivas, equestres e tradicionais.

RELATOR DO NOVO MARCO LEGAL DO SANEAMENTO

O deputado federal, Geninho Zuliani participou de duas audiências em Brasília para basear pontos do novo projeto de saneamento básico, que contemplará o País como um todo.

Na quarta-feira, (10), o parlamentar esteve reunido com a diretora-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Christianne Dias e com os diretores Ricardo Andrade e Marcelo Cruz.

Já na sexta, (12), a reunião ocorreu no Ministério do Desenvolvimento Regional, com o ministro Gustavo Canuto. Também participaram os deputados Evair Vieira de Melo, Enrico Misasi e os secretários do Ministério, Thiago Mitraud e Jonathan Assunção de Castro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here