“Estou vereador, e na oposição à uma forma de governo, não oposição à cidade de Severínia”, ressaltou Ulysses Terceiro, advogado, vereador em segundo mandato, que participou do programa Diário ao Vivo, nesta quinta-feira (26), na bancada do Diário de Olímpia, pelas redes sociais Facebook, YouTube, Periscope e Twitch.

Terceiro falou de suas conquistas como vereador, deixou claro que, em primeiro lugar, “o papel do vereador é o de fiscalizar e não buscar obras”, mas fez um relato que, graças “ao meu relacionamento em diversas esferas”, conseguiu viabilizar a reforma da EE José Marcelino, via governo estadual, obra orçada em cerca de R$ 227 mil reais; conseguiu a devolução de mais de R$ 600 mil em valores corrigidos, que entraram nos cofres públicos em 2017, devolvidos pelo ex-prefeito Rafael Cazarine; a liberação de R$ 250 mil para construção do Centro de Convivência do Idoso; R$ 120 mil para a aquisição de uma Van para o transporte de pacientes para Ribeirão Preto, através do deputado Welson Gasparini; entre outros.

Fez uma radiografia, na sua visão, mostrando fotos, da atual gestão, do prefeito Celso da Silva (Celso da Usina): “O governo já começou com o pé esquerdo, aumentou de forma ilegal a tarifa de esgoto que é cobrada na conta de água dos cidadãos de Severínia”.

Ulysses falou de política, de suas pretensões, opinou na política regional, e garantiu que, de episódios recentes envolvendo cheques de campanha, está de consciência limpa.

Confira a entrevista na íntegra:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA