O jornalista José Antonio Arantes, que comanda a Folha da Região, site Ifolha, Rádio Cidade FM, foi alvo – em sua sede e residência – de atentado a incêndio criminoso, com réu confesso, no dia 17 de março passado, fato que estarreceu a comunidade de Olímpia, do País e até do mundo, onde o fato repercutiu. Um ex-bombeiro municipal (exonerado por causa desse fato criminoso, ainda impune), por não concordar com a linha editorial do veículo de Comunicação, face à pandemia do novo coronavírus, decidiu atear fogo na madrugada, quase queimando também toda a família, e colocando em risco edifícios ao redor. Neste artigo, ele retrata o pensamento de sua neta, Nicole, de 9 meses, presente na residência, meses depois.

Por José Antonio Arantes – Que a formação de um ser humano começa desde tenra idade, embora tema controverso, tem maioria que defende que sim. Mas ninguém pode prever os percalços que a vida traz e que acabam influenciando sobremaneira na determinação do comportamento do ser humano por toda a sua vida.

Traumas, complexos e até o tapinha que parece não doer, tem quem entenda que sempre calam na alma.

Experimento esta experiência nos últimos meses, desde a fatídica madrugada do dia 17 de março, quando fui sobressaltado pela fumaça e, ao depois, pelas chamas de mais de dois metros de altura, assustadoras, mortais.

“Das noites em que a apertava em meu peito para amainar o seu corpo trêmulo, até os dias de hoje, foi uma grande caminhada”. Em sua carta nossa princesa Nicole, entre outras coisas, diz: “E falando de coisa boa ele perdeu o emprego, só que eu acho que ele é uma pessoa boa, só que foi forçado a fazer isso. Mas agora tem que ter cabeça”.

De lá para cá, tenho tentado através do dialogo trabalhar as máculas que este acontecimento deixou em um serzinho que amo com todas as minhas forças.

Das noites imediatamente posteriores quando a apertava em meu peito para amainar o seu corpo trêmulo, até os dias de hoje, foi uma grande caminhada.

Mas fico feliz, por poder comprovar, pouco mais de dois meses depois que hoje está bem melhor e parece até ter perdoado o nosso detrator.

Leia sua última redação sobre ela mesma:

“A Vida de Nicole.

E quando você acha que não vai ter festa e sua mãe e sua família prepara uma festa linda, você pensa o que? Passou um mês e sábado é aniversário da Tata. Estou feliz.

Espera! Ah, eu esqueci de contar a pior coisa. Minha casa foi queimada e agora quem botou fogo aqui vai pagar o que ele fez. Sabe por quê? Ele vai ficar atrás das grades.

E falando de coisa boa ele perdeu o emprego, só que eu acho que ele é uma pessoa boa, só que foi forçado a fazer isso. Mas agora tem que ter cabeça.

Ah, falando de outra coisa ótima, meu pai tomou vacina, minha avó tomou vacina e a Bisa tomou as duas doses.

E agora, disso tudo, vou ter que parar para pensar e ficar calma porque tudo vai passar”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here