O Ensino Fundamental público da Olímpia será, de fato, informatizado em 2022, conforme o prefeito Fernando Cunha havia anunciado, em entrevista exclusiva ao Diário, no dia 15 de outubro passado. Hoje, o Diário Oficial Eletrônico do Município publicou o processo de compra de mais de 1,6 mil tablets para uso de crianças, professores e coordenadores.

Nas redes sociais, o prefeito comemorou, justificando que “a pandemia nos trouxe muitos desafios, mas também nos ensinou que precisamos nos reinventar. Prova disso foi o uso da tecnologia, que, mais do que nunca, foi fundamental para executarmos atividades primordiais, como na Educação”.

Da mesma forma como disse em outubro passado ao Diário, Fernando ratificou que “com as crianças cada vez mais inseridas no mundo digital, nossos professores e nosso ensino também têm que acompanhar essas mudanças e, por isso, estamos dando mais um passo importante para a melhoria da aprendizagem. Acabamos dar início ao processo de compra de mais de 1.600 tablets para alunos, professores e coordenadores do Ensino Fundamental I”.

O prefeito garantiu que, “ao longo do ano letivo, contemplaremos toda a rede municipal”, e concluiu: “Um investimento para ser mais um recurso essencial ao trabalho dedicado já desenvolvido pelos nossos professores, pensando no futuro das crianças”.

A ENTREVISTA EXCLUSIVA AO DIÁRIO EM OUTUBRO PASSADO:

ENSINO HÍBRIDO: PRESENCIAL E VIRTUAL

Na entrevista ao Diário, em outubro, Fernando Cunha tinha revelado que a sua gestão está estudando um novo sistema de ensino, um “modelo pedagógico híbrido”: “Quer dizer, vai ter a aula normal e, também, terá a linguagem virtual à disposição dos alunos, vamos fornecer tablets, internet para quem não pode, então esse novo método pedagógico vai incorporar a linguagem virtual, além do trabalho das apostilas e das aulas presenciais, incluindo também tem a possibilidade de fazer um trabalho via digital, porque é uma linguagem atual e o jovem precisa ter acesso”.

“Não será colocado em prática imediatamente, haverá todo o processo licitatório da empresa, temos várias à disposição, preparação dos equipamentos, internet. Já demos muitos passos importantes, como ar-condicionado nas salas de aula, agora vamos evoluir para o método pedagógico híbrido, a linguagem digital dos jovens no dia-a-dia”, anunciou ao Diário.

CAPACITAÇÃO DOS PROFESSORES

Para esse novo método ‘híbrido’ de ensino, o prefeito acentua que os professores serão treinados pela empresa vencedora da licitação.

“É uma grande oportunidade também para o professor, e ele não precisa ter receio se haverá sobrecarga de trabalho, ninguém vai exigir mais dele, o professor, com certeza, usará a linguagem digital, incorporada às suas aulas, de forma natural”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here