A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe segue em todo o país até o dia 31 de maio e, para ampliar o acesso dos grupos de prioritários na Estância Turística de Olímpia, a Prefeitura, por meio da secretaria de Saúde, está abrindo algumas salas de vacinação em horário estendido.

A medida integra o Projeto “Saúde Noturna”, que oferece atendimento nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) até às 20h.

Nesta semana, o público-alvo da campanha pode procurar o serviço de vacinação noturna nesta quinta-feira (16), na UBSF Dona Dalva Fernandes Moreda Ayusso (Campo Belo) e na sexta-feira (17), na UBSF Dr. Custódio Ribeiro de Carvalho, no distrito de Ribeiro dos Santos.

Na próxima semana, a UBSF Dr. Francisco Figueiredo Filho, na São José, e a UBSF Gilberto Vicente Mora, em Baguaçu, estarão abertas até às 20h, na quarta-feira, dia 22. E, finalizando o mês, no dia 28 (terça-feira), o atendimento será na UBSF Valter Stuk (Cohab IV).

Segundo a secretaria de Saúde, 17.231 pessoas compõem os grupos prioritários no município, sendo que a meta é vacinar 90% desse total.

Os grupos de risco são: crianças (seis meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (mães no pós-parto); idosos; trabalhadores da saúde; professores das escolas públicas e privadas; indígenas; pacientes com doenças crônicas e população privada de liberdade.

A escolha do público prioritário no Brasil segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe, assim são priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Até o momento, o município já aplicou 9.181 doses, o que corresponde 53,28% do total. Crianças, trabalhadores da saúde, professores e pacientes com comorbimidades são os grupos que registram índices mais baixos de imunização.

Além do atendimento noturno, todas as salas de vacinação estão abertas de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h. Para receber a dose, o morador deve estar com a caderneta de vacinação em mãos. Caso não tenha o documento, a Saúde orienta a procurar a unidade na qual era acostumado a receber outras vacinas.

Mais informações pelo telefone (17) 3279-1400.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here