O Diário de Olímpia tem noticiado com frequência que, se depender das intenções do prefeito Geninho Zuliani (DEM), Olímpia poderá ter um aeroporto de nível regional, potencial necessário para atender a Estância Turística de Olímpia e sua vocação de destino turístico já bem desenvolvida.

Mas, por enquanto a cidade foi considerada apta para a implantação de um aeródromo, sistema de pouso e decolagem de aeronaves mais modesto. Porém, a área disponível comporta equipamento maior e Zuliani pretende ampliar o projeto.

Conforme foi noticiado com exclusividade pelo Diário, após a desapropriação da área (cujo pagamento por 4,5 alqueires, no valor de R$ 387.679 já foi feito recentemente), o passo seguinte é a elaboração do projeto executivo da área, que será feito por empresa especializada a ser contratada especificamente para esse trabalho.

geninhoEnquanto isso, estão sendo feitos outros serviços ali, referentes à área, como o levantamento topográfico, agora minucioso, para que possa servir como elemento fundamental ao projeto. O aeroporto demanda uma área bem maior. Mas, de acordo com Geninho, “com essa área de cinco alqueires (ainda falta pagar meio alqueire da área em questão) daria para uma pista de mil metros, suficientes para aeronaves de menor porte”.

“O melhor é que esse dinheiro vem da venda de terrenos dominiais do município, como Jardim Centenário, e de outros loteamentos, não tirando recursos de áreas essenciais”, explicou Geninho ao Diário naquela ocasião.

“Em outra vertente, estamos estudando as infraestruturas necessárias para o desenvolvimento, entendendo as demandas regionais e locais, e também quais serão os impactos econômicos, sociais e ambientais da obra”, informou o Secretário Municipal de Planejamento e Habitação, Fernando Velho.

Aliás, estes temas foram abordados no evento “Airport Infra Expo”, no seminário “Airport City & Real Estate”, em São Paulo, do qual Fernando Velho participou recentemente, representando a Prefeitura da Estância Turística de Olímpia.

“Na ocasião, estiveram presentes alguns dos mais importantes nomes dos negócios aeroportuários do Brasil, e também alguns representantes internacionais, e tivemos a oportunidade de trocar informações sobre o potencial de Olímpia como destino turístico e também do nosso desejo de implantação de um aeroporto regional”, relatou Fernando Velho.

“Nossa proposta foi elogiada e considerada interessante sob o ponto de vista do desenvolvimento da aviação nacional. Tanto, que estaremos recebendo em novembro a visita de grupo especializado em estudo de negócios para discutirmos sobre a viabilidade do empreendimento e também a possibilidade de atração de parceiros estratégicos”, concluiu.

1 COMENTÁRIO

  1. Aeroporto regional moderno e atual segue a seguinte fórmula básica:
    Aeroporto Regional = 1.700 x 30 + 35t + GPS
    Traduzindo,
    Pista de 1.700m de comprimento por 30m de largura
    Resistência do piso para 35 toneladas
    Voo por instrumento baseado em informações GPS
    Não se pode construir aeroportos para o hoje. O hoje, já é passado! Saudações,

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here