O prefeito da Estância Turística de Olímpia, Fernando Cunha, foi um dos representantes de cidades paulistas que assinou convênio com o Governo do Estado para obras específicas de infraestrutura turística.

No total, foram liberados cerca de R$ 120 milhões em 146 convênios, assinados com 30 Estâncias e 55 Municípios de Interesse Turístico (MIT). Os recursos são do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (DADETUR) e foram autorizados pelo Governador João Doria em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes. A reunião contou ainda com a presença dos secretários estaduais Marco Vinholi (Desenvolvimento Regional) e Vinicius Lummertz (Turismo).

Para Olímpia, foram liberados cerca de R$ 3,9 milhões que devem ser aplicados especificamente em obras voltadas ao desenvolvimento e fomento do turismo nos municípios, mediante aprovação de projeto pelo Estado. Segundo o prefeito Fernando Cunha, a intenção é que o recurso seja investido na remodelação do Recinto de Exposições e Praça de Atividades Folclóricas e Turísticas “Professor José Sant’anna” com implantação de arena de múltiplo uso.

A definição se justifica pelo fato de que tal projeto já foi aprovado pelo COMTUR – Conselho Municipal de Turismo e pelo COC – Conselho de Orientação e Controle do Fundo de Melhoria das Estâncias, aguardando apenas o repasse estadual para andamento.

A proposta, que contempla o plano de governo do prefeito Fernando Cunha, já foi discutida em diversas reuniões com lideranças estaduais, tendo em vista sua importância. A obra prevê inúmeras melhorias no local, como a implantação de uma cobertura para a arena circular, oferecendo mais conforto e comodidade ao público. A iniciativa propõe ainda manter a visibilidade da arena para os demais espaços do Recinto do Folclore.

“Estamos fazendo gestão há tempos para conseguir a liberação deste recurso e, agora, o Governo autorizou os convênios para os municípios. São verbas carimbadas, que precisam ser empregadas em obras específicas de infraestrutura turística, cujo repasse é importante para não interferir nos recursos que são investidos em áreas prioritárias do município como Saúde e Educação. Vamos aguardar a transferência e analisar a aplicação para colocar em prática projetos importantes como o cobertura do Recinto e outras demandas de infraestrutura”, explicou o prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here