A Santa Casa de Misericórdia de Olímpia recebeu, na tarde desta quarta-feira (19), mais um repasse de recursos no montante de R$ 650 mil para investimentos hospitalares, com esforços conjuntos Prefeitura e Câmara Municipal.

São R$ 400 mil em recursos da Câmara Municipal, referentes à antecipação da devolução do duodécimo orçamentário da Casa de Leis ao Executivo, e mais R$ 250 mil de recursos próprios da Prefeitura, destinados por meio de suplementação da secretaria de Saúde.

O ato de entrega simbólica foi realizado em um encontro breve e restrito no auditório da Santa Casa, no fim da tarde desta quarta-feira (19), com a presença do prefeito Fernando Cunha; do vice e diretor técnico da Santa Casa, Fábio Martinez; do Presidente da Câmara, vereador José Roberto Pimenta (Zé Kokão); do provedor do hospital Luiz Alberto Zaccarelli; vereadores, secretários municipais e imprensa.

Os recursos viabilizados serão destinados à entidade com a finalidade de adquirir equipamentos necessários para a estruturação e operação de cinco novos leitos de UTI Covid, ampliando desta forma a capacidade de atendimento intensivo do hospital. No início da pandemia, a Santa Casa contava com apenas 2 leitos de UTI e 8 de enfermaria, sendo que, com os investimentos, o hospital contará com 20 leitos de UTI e 25 de enfermaria.

“Para instalar leitos de UTI o custo é grande e o hospital não tem recursos suficientes para bancar isso sozinho. Então, em uma iniciativa zelosa do prefeito Fernando Cunha, com apoio da Câmara, nós estamos hoje aqui fazendo essa pactuação para implantação de mais cinco leitos de UTI, que vão nos ajudar no atendimento da Covid. Já estamos com os orçamentos e vamos dar sequência aos trâmites para aquisição dos respiradores, monitores e demais equipamentos necessários e temos a previsão de ter tudo pronto até o fim de junho”, declarou o provedor Zaccarelli.

A devolução antecipada de parte do duodécimo do Legislativo, bem como a aprovação da abertura de crédito especial para os repasses da secretaria de Saúde já estão tramitando na Câmara em caráter de urgência com a garantia de prioridade por parte dos vereadores para agilizar a disponibilização dos investimentos essenciais aos serviços do hospital.

“Essa é uma ação coletiva de todos os vereadores, participando junto com o Executivo e, assim, a gente consegue construir sempre melhorias para o município. Quando o prefeito manifestou essa necessidade de implantar mais cinco leitos, de imediato, buscamos viabilizar esse recurso, que já é da Prefeitura e estamos antecipando a devolução, porque a saúde não pode esperar”, frisou o presidente da Câmara, Zé Kokão.

“Eu só tenho a agradecer, não como vice-prefeito, mas como diretor técnico da Santa Casa, a parceria da gestão, incluindo a Prefeitura e a Câmara, com o hospital, que, desde o início, tem trabalhado para aprimorar o sistema de saúde que temos aqui. A Santa Casa melhorou e muito em sua estrutura nesta pandemia, com mais profissionais e novos serviços e isso é um legado para a cidade. Este ato é mais um exemplo que mostra a união da cidade no enfrentamento da pandemia”, destacou o vice-prefeito Fábio.

Por fim, o prefeito Fernando Cunha fez um balanço sobre a evolução da Covid e justificou a importância dos investimentos. “Esperamos não passar por uma próxima onda, mas diante do atual quadro da Covid, tomamos essa decisão para ter os equipamentos prontos para garantir o atendimento, se precisarmos. Temos a vacinação avançando e uma mudança nas características da contaminação, com pessoas mais jovens que ficam mais tempo internadas, por isso, pensamos em tomar esta medida para termos uma estrutura mais ampla. Agradeço o apoio incondicional da Câmara que, prontamente nos atendeu para que pudéssemos continuar estruturante o único hospital de nossa cidade”, concluiu.

MAIS ATENDIMENTO NA UPA

Além da estruturação do único hospital que atende a microrregião, a Prefeitura tem investido constantemente também no atendimento da UPA 24 horas, que tem sido fundamental para garantir a assistência de qualidade aos pacientes de urgência ou que necessitam de transferência hospitalar.

Para aprimorar este trabalho, o município acaba de receber seis novos monitores, que são equipamentos para leitura dos sinais vitais do paciente, indicando em tempo real para a equipe médica, através das informações na tela e de alarmes visuais e sonoros, essenciais para o monitoramento. Os aparelhos foram adquiridos com recursos próprios e serão utilizados juntamente com os respiradores da UPA, incluindo os doados pelo Projeto “INSPIRE” da USP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here