Após uma semana de estadia na Estância Turística de Olímpia, o grupo “Marama La Magia Rapanui”, do Chile, retornou para o país de origem, no sábado (19). Para marcar a despedida da cidade, os chilenos fizeram sua última apresentação, na noite de sexta-feira, dia 18, na Praça da Matriz, durante a realização da Feira de Artesanato “Olímpia Mostra Olímpia”.

A atração reuniu centenas de pessoas no local que prestigiaram as danças e interagiram com o grupo. A programação também contou com a participação da escola de samba olimpiense “Acadêmicos do Samba”.

Os chilenos chegaram ao município no dia 12 de maio e realizaram diversas apresentações todos os dias em diferentes locais como a praça, eventos, escolas municipais e estaduais, Abrigo São José, APAE, empresas, entre outros, promovendo a cultura chilena e trazendo a influência dos habitantes da Ilha do Pacífico em integração com a comunidade olimpiense.

A vinda da atração foi uma parceria da Associação Olímpia para Todos com o CIOFF –Conselho Internacional de Festivais Folclóricos e Artes Tradicionais. A ação teve também apoio da Prefeitura.

Com 5 anos de experiência em apresentações em festivais internacionais de folclore, o grupo Marama La Magia Rapanui é formado pela união de diferentes comunidades chilenas que reúne crianças, jovens e adultos. Sua apresentação é um passeio pela História da Cultura Hapanui acompanhada de rituais de dança e música orientados pelo escultor, músico e artesão Koro Poki Hey.

Através do show, deixam uma mensagem sobre a cultura de seus ancestrais através do uso de diferentes figurinos que expressam a passagem do tempo que marcaram todas as mudanças da Ilha de Páscoa. Dançarinos e músicos experientes e de grande notoriedade compõe o grupo que é reconhecido pelo desenvolvimento do folclore e cultura do Chile.

Segundo o prefeito Fernando Cunha, o grupo trouxe uma mostra do que será o Folk Dance Fest, em novembro. “Olímpia é a Capital Brasileira do Folclore e para nós é uma satisfação receber esse grupo que também se empenha para preservar a cultura do povo. A apresentação do grupo é uma pequena exibição do que será visto na Mostra Internacional de Folclore. Em agosto, teremos o Festival do Folclore, em que, pela primeira vez, terá Olímpia reconhecida oficialmente como a Capital Nacional do Folclore, lei sancionada pelo Presidente da República, e, em novembro, teremos essa Mostra Internacional que está sendo preparada”, destacou o prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here