A cada dia, o cenário da obra muda totalmente. O Roots Food Park, um conceito inédito do segmento em Olímpia, e também inovador quando se compara com outros ‘parks’ pelo País. Em reta final de construção, o Diário foi conferir e entrevistou o engenheiro Renato Lima, da SMA Construtora, que deu detalhes, inclusive, da mudança ocorrida no bar rooftop, com vistas exclusivas, ‘mais luxuoso e detalhista’.

O empreendimento está no comando de três jovens empreendedores: Túlio Braga e seu irmão Gabriel, e Lucas Fossalussa Lisse.

Túlio Braga, Lucas Lisse e Gabriel Braga

Renato disse que, à primeira vista, para o leigo, a inauguração pode ainda estar longe, mas não. Em meados de outubro provavelmente estará aberto com toda a sua potencialidade, 16 lojas, a maioria sem presença física em Olímpia, como o Vila Dionísio de Rio Preto, Hamburgueria Tex Max, doce de Gramado, hot-dog de Itumbiara e por aí vai, sem contar a parceria exclusiva com a Ambev e sua grande variedade de bebidas.

Renato Lima, engenheiro da SMA Construtora, dá detalhes da obra ao Diário

Anteriormente, Lucas havia dito ao Diário que, apesar de alguns atrasos em entrega de material, “tivemos sorte com o nosso construtor, que é muito ágil, eficiente, as obras estão dentro do cronograma esperado”. De fato, a SMA Construtora está agilizando com eficiência e qualidade.

O futuro Roots Food Park tem capacidade estimada de público de 350 pessoas, dependendo a época de alta ou baixa temporada e também da rotatividade, sem contar os mezaninos dos Rooftops, que poderão abrigar cerca de 75 pessoas sentadas. Sobre o parklet, o equipamento que ficará ao meio-fio do Roots, um espaço público para todos, independente de consumidor no Roots, até então novidade na cidade.

Coreto, Árvore da Vida (símbolo do Roots), e muito mais, você confere na reportagem exclusiva de Leonardo Concon, do Diário de Olímpia. Assista:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here