O prefeito Fernando Cunha, apresentou o primeiro comandante da Guarda Municipal de Olímpia na Câmara Municipal, para representantes do legislativo e  secretários municipais, Guto Zanette (Governo) e Mary Brito (Finanças), uma semana após a Câmara ter aprovado o projeto, enviado pelo próprio prefeito, que cria a Guarda Municipal de Olímpia.

O nomeado é o Major PM Edson Rodrigues de Oliveira, natural de Barretos, com graduação em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública na Academia da Polícia Militar do Barro Branco de São Paulo e em Direito, pela Eduvale de Avaré. Rodrigues também possui Tecnólogo e Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, pelos cursos de formações de Sargento PM/93 e Soldado PM 86.

Durante a apresentação, a escolha do prefeito foi elogiada por todos os vereadores. Os parlamentares enalteceram o perfil e o currículo do comandante, além de afirmarem que a Guarda Municipal de Olímpia inicia com um bom nome e um competente profissional.

A portaria de nomeação foi publicada na manhã desta terça-feira, dia 13, no Diário Oficial do Município. O comandante será o responsável pelo desenvolvimento das atividades operacionais, administrativas e disciplinares.

A GCM prevê a contratação de 50 servidores em caráter efetivo para a formação da guarda, que terá como principais competências, tanto na área urbana como rural, a proteção de bens, serviços e instalações, presença em logradouros públicos, dissuasão de condutas criminosas, prestação de socorros e salvamentos, apoio à defesa civil, exercício de competências no trânsito, medidas de segurança escolar, integração com as Polícias Civil e Militar e outros órgãos de segurança.

O ingresso na atividade ocorrerá por meio de concurso público, cujas inscrições devem ser abertas ainda este ano com realização da prova prevista para o início do próximo ano. Alguns dos requisitos exigidos para os candidatos ao cargo são: possuir Ensino Médio Completo; ter idade entre 18 e 35 anos, ter altura mínima de 1,65 (sexo masculino) e 1,60 (sexo feminino). Vale ressaltar que será respeitado o índice mínimo 10% de ocupação dos cargos por mulheres.

A Guarda Civil Municipal integrará a secretaria de Governo e terá ainda corregedor, inspetor, subinspetor, ouvidor, subcomandante, coordenadores operacionais, sendo que os dois últimos são cargos de provimento também em comissão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here