Foram empossados em cerimônias virtuais, com o mínimo de assessores e sem parentes ou convidados, vereadores, prefeito e vice-prefeito para a gestão 2021-24, na Câmara Municipal, a partir das 19h30, como determina o Regimento Interno da Casa, ocorrendo na sequência a eleição da nova Mesa Diretora, posse do prefeito e vice reeleitos, Fernando Cunha e Fábio Martinez e, finalmente, após discursos dos novos vereadores e mimos para vereadoras e secretárias da Câmara, a posse virtual do secretariado por videoconferência a partir do Gabinete Executivo, na Praça da Matriz. Fotos Fábio Cross, edição Leonardo Concon

O prefeito e os vereadores do município foram eleitos em novembro do ano passado. A maior bancada da Câmara será do PSD, com três vereadores.

Pela primeira vez na história de Olímpia, a cerimônia de posse foi virtual devido à pandemia do novo coronavírus, causadora da síndrome respiratória Covid-19.

O Diário fez a retransmissão de ambas as cerimônias.

A POSSE DOS VEREADORES E ELEIÇÃO DA MESA

Foram empossados os vereadores (e a nova composição da Mesa Diretora): Zé Kokão – Presidente da Câmara; Cristina Reale – Vice-presidente, Márcio Iquegami – 1° secretário, Sargento Barrera – 2° secretário; Fernandinho (que ocupará a Secretaria de Esportes e Lazer); Helio Lisse Junior, Edna Marques, Alessandra Bueno, Sargento Tarcísio e Lorão.

Assume a vaga deixada por Fernandinho, o suplente João Paulo Moreli, ex-subprefeito de Ribeiro dos Santos.

Os vereadores de Olímpia vão representar 55.130 habitantes. A cidade paulista tem um PIB de R$ 2.072.343.328,00 e um IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0,773, segundo a última medição do IBGE, que é de 2010. O IDH vai de 0 a 1 – quanto maior, mais desenvolvida a cidade – e tem como base indicadores de saúde, educação e renda. A média no Brasil é de 0,765, segundo dados de 2019 divulgados em 15 de dezembro de 2020 pelo Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD).

Após o juramento e eleição nominal para cada membro da nova Mesa Diretora, ocorreram os primeiros discursos dos novos vereadores, agora na tribuna. Foram empossadas três mulheres: Alessandra Bueno, Edna Marques e Cristina Reale. Confira as fotos:

E, também, o vice-prefeito Fábio Martinez e o prefeito Fernando Cunha, ambos reeleitos. O prefeito Fernando Augusto Cunha tem 64 anos, é divorciado, declara ao TSE a ocupação de engenheiro e tem superior completo. Já o vice Dr Fabio Martinez (Fabio Martinez), do Podemos, tem 42 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de médico e tem superior completo.

Martinez agradeceu a confiança do eleitorado, fez menção aos familiares (‘que não queriam a política’), lembrou do pai falecido o ano passado, médico Nilton Roberto Martinez, e reafirmou o trabalho em conjunto com Fernando Cunha e nova equipe.

Fábio Martinez se emociona ao relembrar o seu pai, Nilton Martinez, falecido no ano passado

Por sua vez, o prefeito Fernando Cunha iniciou a fala desejando a todos “um ano novo de muita paz, obras, realizações e, sobretudo, muita saúde! Que Deus continue abençoando e protegendo a nossa cidade. Começo meu discurso agradecendo a Deus. Agradecer pela benção de guiar nossa cidade por mais quatro anos. Peço a Ele sabedoria para tomar as decisões corretas e fazer com que nossa cidade se desenvolva cada vez mais”.

Prefeito reeleito Fernando Cunha

O prefeito agradeceu, também aos ‘companheiros de trabalho’, ou seja, secretários, assessores e servidores públicos municipais. “Sem vocês, certamente, eu também não estaria aqui. Confesso que em todas as conversas que tive com as pessoas que convidei para compartilhar comigo essa nova responsabilidade deixei claro, que se no primeiro mandato fizemos muito, nos próximos quatro anos faremos ainda mais. Esse é o nosso compromisso”, disse.

Ao falar da posse naquele momento, e de sua reeleição, Fernando Cunha ressaltou que “é com “sentimento de profunda gratidão aos olimpienses e com senso de responsabilidade, que tomo posse nesta Casa de Leis”. Ele disse que se finda um período e inicia outro, e ao relembrar a campanha eleitoral lamentou que “foi uma campanha dura, no meio de uma pandemia de decisões difíceis, e com ataques, fake news e muitos boatos”, mas se sentiu renovado ao frisar que “menos de um terço dos prefeitos que buscaram a reeleição saíram vitoriosos, fato este que engrandece ainda mais a nossa vitória”.

“Com os pés no chão, mostrando com sinceridade o que fizemos e o que se podia fazer pelos próximos quatro anos, vencemos a reeleição com mais votos do que há quatro anos. Esses quase 60% dos votos que a população de Olímpia nos concedeu, mostram que precisamos continuar o nosso trabalho com seriedade, honestidade e com firmeza de propósito”, reafirmou Cunha. 

Prefeito Fernando Cunha discursa na posse

No discurso de posse, o prefeito assinalou que a reeleição aumenta o senso de responsabilidade, “porque ao ser reeleito aumenta ainda mais as expectativas da população. Nosso compromisso a partir de agora é cuidar de todos os olimpienses. Esse foi o nosso lema: Olímpia levada a sério e a serviço das pessoas”.

Fernando faz uma reflexão do trabalho que realizou e dos desafios, que, segundo ele, virão: “Há exatos quatro anos, assumi a Prefeitura de Olímpia tendo à frente enormes desafios. Desde então, investimos muito em diversas áreas, priorizamos a saúde, onde a Santa Casa teve um papel importantíssimo, o abastecimento de água, a segurança pública, as obras de infraestrutura e no resgaste a história de Olímpia, em especial no atendimento às pessoas mais carentes. Tudo com foco numa Olímpia grandiosa”.

“Quero assumir um compromisso de continuar trabalhando com muita dedicação pela nossa cidade. Eu e meu companheiro de lutas, o Dr. Fábio Martinez, no qual em nome dele agradeço cada integrante da Família 55 que também nos trouxe até aqui. Nossa gestão sempre agiu com discrição e no silêncio com foco nos resultados, e é assim que calamos o grito dos maus com o trabalho dos bons. Quero também compartilhar com o poder legislativo o sucesso deste trabalho. É um poder muitas vezes incompreendido, mas a meu ver de fundamental importância. E assim aconteceu nesta última legislatura. Essa Casa de Leis foi fundamental para que aprovar importantes projetos para a população e o crescimento da nossa Olímpia. Agradeço a todos os vereadores, mas de uma forma especial, a minha base de apoio”. 

Por fim, Fernando não se esqueceu de agradecer o apoio ao deputado federal (ex-prefeito que o antecedeu na primeira gestão) Geninho Zuliani (DEM-SP): “Quero também fazer um agradecimento especial ao nosso deputado federal, Geninho Zuliani, pelo apoio incondicional a todo tempo e dizer que governar Olímpia é sempre um grande desafio. Não é tarefa para uma pessoa só. Sei que juntos podemos fazer muito pelo nosso povo pra uma Olímpia forte e unida pra crescer ainda mais”.

E, encerrou com uma palavra de ordem, erguendo o braço direito com o punho cerrado: “Vamos à luta. É hora de trabalhar”.

Por fim, vereadoras e funcionárias da Câmara receberam mimos:

O fotógrafo Fábio Cross registrou os novos vereadores com o prefeito e vice:

Dando sequência à cerimônia, prefeito e vice, Fernando Cunha e Fábio Martinez, foram empossar os novos secretários municipais no Gabinete Executivo, na Praça da Matriz. Também devido aos protocolos sanitários e de distanciamentos, apenas prefeito, vice e os servidores municipais Márcio Francisco de Deus (Tesoureiro) e Cléber Braga (Supervisor de Expediente) comandaram a cerimônia. Os demais, por vídeo-conferência.

Prefeito, vice e funcionários empossam secretariado por videoconferência

Tomaram posse Sumaia Ganej Domingues (Educação), Fernando Roberto da Silva, o vereador Fernandinho (Esportes, Lazer e Juventude), Priscila Seno Mathias Netto Foresti, a Guegué (Turismo), João Batista Dias Magalhães (Assistência Social), Edilson César De Nadai (Governo), Chefia de Gabinete do Prefeito Bruno dos Santos Guzzo, Kislaine Regina Pimenta de Lima (Agricultura Comércio e Indústria), Leandro Pierin Gallina (Obras, Engenharia e Infraestrutura) que acumula também na Zeladoria e Meio Ambiente (sem remuneração dobrada), Mary Brito Silveira (Planejamento e Finanças), Eliane Beraldo Abreu (Administração), e Marcos Roberto Pagliuco (Saúde). Na agricultura uma mudança, assumiu a servidora de carreira Kislaine (era o Fabrício, que acumula uma autarquia, o Daemo).

Nas autarquias Prodem (Progresso e Desenvolvimento) e Daemo Ambiental, acumula sem remuneração dobrada, Fabrício Henrique Raimondo. A ex-superintendente do Daemo, Tina Riscali, protocolou exoneração a pedido.

A POSSE DO SECRETARIADO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here