Na última sexta-feira (7), a comunidade Nossa Senhora Aparecida, conhecida como Minibasílica, de Barretos, foi elevada à paróquia pelo bispo diocesano, Dom Milton Kenan Júnior. A nova paróquia é a vigésima quarta da diocese e a nona daquele município. Fotos Milton Ramos

No início da celebração eucarística, o chanceler do bispado, padre Luís Fernando Nascimento, leu os decretos de instalação da nova paróquia, desmembrando-a integralmente da Paróquia São Bendito, e de posse e provisão do padre Davis Pedott como pároco pelo período de seis anos. O padre João Sérgio Borges foi confirmado como vigário paroquial.

Dom Milton, na homilia, destacou que aquele momento era importante não só para a comunidade, mas para toda a diocese: “Muitos de vocês foram testemunhas de quando tudo começou (…). O que é uma paróquia? Uma paróquia é uma parcela da Igreja de Deus (…) que tem vida própria (…). Portanto, essa parcela da Igreja hoje atinge a sua maturidade (…), alcança hoje a sua identidade. Por isso, é um dia de júbilo, porque junto com as 23 paróquias da Diocese de Barretos, a comunidade paroquial de Nossa Senhora Aparecida em Barretos é expressão viva da Igreja de Cristo!”.

A nova paróquia limita-se ao norte com a Paróquia Nossa Senhora do Carmo, da cidade de Colômbia, à leste com a Paróquia Bom Jesus, e ao sul com a Paróquia São Benedito. Compreende os limites da paróquia os bairros Marília, São Francisco, Santa Cecília, Santa Terezinha, Los Angeles, Jardim Planalto, Jardim Boa Esperança e Jardim San Diego.

A igreja matriz levou 13 anos para ser construída e por fora é uma réplica da Basílica Nacional de Aparecida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here