As obras na antiga Estação Ferroviária da Estância Turística de Olímpia, que será transformada em Centro Cultural e Turístico, deverá ter início nos próximos dias. Na tarde desta quarta-feira, 13 de março, foi assinada a ordem de serviço para o início das obras. Estiveram presentes os secretários Selim Jamil Murad, Turismo, Eliane Beraldo Abreu de Souza, Administração e Luiz Fernando Covello, Obras, Engenharia e Infraestrutura, e representantes da empresa.

No total, serão investidos R$ 2.093.680,25, por meio do DADETUR 2017 (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos). Os recursos são destinados pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria Estadual de Turismo. O projeto já tinha sido aprovado pelo COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) e pelo COC (Conselho de Orientação e Controle do Fundo de Melhoria das Estâncias).

A empresa vencedora do processo licitatório foi a Nascimbem Construções Eirelli, de Ribeirão Preto, que será responsável pelo fornecimento de materiais, mão de obra e equipamentos para a execução da obra de requalificação do complexo arquitetônico da antiga Estação Ferroviária. O prazo para a execução da obra é de um ano.

O projeto prevê a preservação e o restauro de características originais do prédio da Estação, que irá abrigar cinco alas: Cultural (pinacoteca), Alimentação (dois vagões restaurantes), Infantil, Artesanato e espaço para apresentações, com palco e estrutura que faz referência a um coreto.

“Essa é a primeira fase de requalificação da Estação Ferroviária. Vamos ter um vagão restaurante, além de toda a restauração, mantendo a arquitetura do prédio. A empresa fará a terraplenagem, colocação de alambrado, e todas as obras da calçada até o trilho. Esta região ficará com um espaço maravilhoso, teremos o museu, e queremos fazer o caminhar na Cidade Turística, pois você pode ir andando até a Estação. A ideia do prefeito Fernando Cunha é transformar todos os galpões da região em um ambiente gostoso, com locais para lazer. Esse será nosso ‘Quarteirão Turístico’, mais uma opção para momentos de lazer e turístico histórico dentro da nossa cidade. Estamos fazendo ações para que as pessoas possam aproveitar cada vez mais o turismo da nossa cidade”, disse o secretário Selim Jamil Murad.

“A Estação Ferroviária é um marco da história da cidade e, há muitos anos, está desativada. Desde o início, estamos buscando a transferência da área para o município para que possamos transformar o espaço em um Centro Cultural e, agora, estamos conseguindo concretizar para que o local seja mais um atrativo turístico e preserve a cultura de nossa cidade”, comentou o prefeito Fernando Cunha.

1 COMENTÁRIO

  1. Prezados srs:

    Uma bela ideia. Embora vivendo longe da Terra Natal sempre lastimei o abandono da nossa estação
    ferroviária, símbolo eterno da nossa ligação com o mundo; o “CORDÃO UMBILICAL” que alimentava
    os nossos sonhos de sair, conhecer, viver o que só conhecíamos pelas ondas da nossa ZYG-8, os jornais
    “Estadão”e “Folha da Manhã” que chegavam atrasados, pela “Maria Fumaça” do anoitecer; e os filmes
    do “Cine Olímpia”. E muita saudade numa construção só. Aliás, no meu livro “Terra Natal, os modos da memória” descrevo com muita emoção a partida do meu alter-ego, Bidulinha, em busca do nossos sonhos:
    Alvora …Severínia…Monte Verde….Bebedouro… Trem Azul..Trem Azul…
    Parabéns pela iniciativa.
    Atenciosamente, Jorge Salles, médico, Curitiba.

DEIXE UMA RESPOSTA