O Diário de Olímpia entrevistou, na manhã desta segunda-feira (28), Adelson Luiz David, conhecido como Táxi, que, no passado, defendeu alguns clubes, como o Olímpia Futebol Clube (OFC), como em 2000, quando o time subiu de Divisão, e viveu seu auge no Goiás. Hoje vive com extrema necessidade, não tem aposentadoria, recebe o parco auxílio emergencial do Governo, está com doença rara e sonha em trabalhar cidade que nasceu e defendeu através do Futebol.

O dinheiro recebido no período foi todo gasto com roupas e noitadas. Não pensou no futuro, não fez nenhuma economia. Hoje, sofre com erisipela (infecção cutânea) na perna, que o impede de conseguir emprego. A doença é mais grave do que o normal já que ele tem veias entupidas no local e que atrapalham o tratamento. Casado pela segunda vez, Táxi vê sua nova esposa, Ana Paula, professora, também sofrer com o desemprego. Eles moram na casa dela em Olímpia, interior de São Paulo, e sobrevivem com ajuda de custo do governo que ambos recebem.

Confira a entrevista e, se puder, endosse essa rede de solidariedade. O contato de Ana Paula, a esposa, é (17) 98170-6440.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here