A autarquia Daemo Ambiental está pondo em prática novas tecnologias para o tratamento da água e do esgoto da Estância Turística de Olímpia. Recentemente, a autarquia instalou dois geradores de cloro, sendo um na Estação de Tratamento de Água-ETA e outro na Estação de Tratamento de Esgoto-ETE “Córrego dos Pretos”.
Os geradores, além de ter um produto com maior eficiência na desinfecção e oxidação, também mantêm a estabilidade residual de cloro na rede de distribuição, o que se traduz em uma menor aplicação de cloro e redução do espaço com armazenamento de produtos químicos.
“Antes dessa nova tecnologia o cloro era comprado. Agora, é produzido na Daemo Ambiental, o que gera uma economia de, aproximadamente, R$ 10 mil por mês”, disse Paulo Buzzo, diretor da divisão Operacional.
De acordo com a divisão Operacional, tecnologias como a do gerador de cloro são alternativas que visam o aumento da eficiência do tratamento e qualidade de água e esgoto, e melhoria da capacidade de espaço útil. Na ETE Córrego Olhos D’Água, do Projeto Água Limpa, que está em fase final de construção, a mesma tecnologia está prevista para ser implantada.
“A Daemo Ambiental está sempre buscando novas tecnologias e alternativas que visam otimizar os processos de tratamento de água e esgoto do município para melhor atender a população”, afirmou Tina Riscali, superintendente da Daemo Ambiental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here