O governador em exercício Rodrigo Garcia irá inaugurar no sábado, 8h30, juntamente com o prefeito Fernando Cunha, deputado federal Geninho Zuliani e secretário de Turismo do Estado, Vinicius Lummertz, a ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, cuja obra começou na gestão do então prefeito Geninho, com verbas do então deputado Rodrigo Garcia (veja recorte de 2010, abaixo).

As obras da ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, conforme tem noticiado o Diário de Olímpia, seguiram em ritmo acelerado, faltando apenas alguns detalhes para a sua conclusão. Dias atrás, o prefeito Fernando Cunha visitou o local, que é uma das maiores obras de saneamento da história da Estância Turística de Olímpia. A previsão é de que a construção civil e instalação dos equipamentos sejam realizadas nos próximos meses.

Rodrigo Garcia assume o governo de SP e deputado federal Geninho Zuliani

A Estação de Tratamento de Esgoto irá tratar 100% do esgoto do município. O objetivo da obra é implantar infraestrutura para o tratamento da totalidade de esgoto da cidade. Após sua conclusão, a Estação de Tratamento de Esgoto será suficiente para atender toda população. Hoje, o município conta com a Estação Compacta de Tratamento de Esgoto “Córrego dos Pretos”, localizada no Jardim Santa Fé, que trata apenas 22,8% do esgoto da cidade.

No local das obras, já foi executada toda estrutura em concreto armado (reatores, filtros, decantadores, adensador, câmara de contado e estação elevatória), que agora está sendo preparada para receber a impermeabilização em suas áreas internas, além das obras de galerias para captação de água de chuva e asfaltamento das ruas. Os equipamentos também já começaram a chegar.

“Essa é uma grande estação que permitirá tratar 100% do esgoto de Olímpia. Tudo começa nessa obra próximo ao Thermas com a construção do emissor de esgoto, que é a canalização de 2,5 quilômetros, seguindo o Rio Olhos D’Água e que atravessou a Rodovia Assis Chateaubriand. Após a rodovia, tem um ponto em que o esgoto chega e as bombas que vão bombear o esgoto até o alto da estação. Em seguida, o esgoto chega em um primeiro ponto, onde é separada a parte grossa, a areia e as coisas maiores. Depois, o esgoto será tratado nos diversos reatores. No primeiro é onde tem bactérias que tratam o contaminado, depois passa para um processo de filtragem e no terceiro reator receberá uma separação fina do que foi tratado. Depois de todo esse processo,  o esgoto tratado vai para uma última caixa de lançamento, onde a água irá para o Rio Olhos D’Água já tratada e sem poluição. São 500 mil litros por hora de esgoto e com isso atenderá toda a cidade”, explicou o prefeito Fernando Cunha.

A Estação de Tratamento de Esgoto, que começou em 2010, com o governo Geninho, e estava paralisada desde 2014, faz parte do Programa Água Limpa, do Governo do Estado de São Paulo, por meio do DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica.

Em janeiro de 2018, depois de muito trabalho do prefeito Fernando Cunha, o município assinou um aditamento ao convênio que liberou mais de R$ 16,5 milhões em recursos estaduais para a retomada das obras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here