Conforme anunciado anteriormente, a secretaria de Educação iniciará, na próxima semana, a entrega da nova remessa dos kits de alimentação escolar para os alunos da rede municipal que mais precisam.

A primeira distribuição tratou-se de uma medida emergencial, cujas cestas foram adquiridas com recursos próprios, por dispensa de licitação, respaldada na legislação da situação de emergência decretada no município.

Vale ressaltar que as escolas municipais continuam abertas às solicitações de pais que venham a ter necessidade e que ainda não se cadastraram para receber o auxílio alimentar.

No entanto, no decorrer deste processo, o Governo Federal liberou a utilização do recurso do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), que auxilia no custeio da merenda escolar, passando a ser necessária a realização de licitação para uso do repasse, bem como a aquisição de parte dos produtos com a Agricultura Familiar, conforme prevista na legislação federal.

Diante dessas mudanças, o município precisou fazer um planejamento mais detalhado, respeitando os trâmites legais exigidos, o que gerou morosidade no processo de compra. Além disso, as cestas serão incrementadas com novos produtos de hortifruti, assegurando as condições nutricionais dos alimentos e a qualidade alimentar dos alunos.

Os kits serão compostos por itens fornecidos anteriormente como arroz, feijão, macarrão, leite em pó, achocolatado, pão de forma, ovos, e ainda serão incluídos biscoito de maisena, extrato de tomate, legumes e frutas. Já em relação aos produtos de hortifruti serão entregues alimentos como banana, laranja, mamão, batata doce, mandioca, entre outros, que serão distribuídos por porções a cada 15 dias, por serem perecíveis.

Dessa forma, os setores responsáveis do município estão em monitoramento constante com os vencedores da licitação para acompanhar e garantir a entrega e a distribuição às famílias na próxima semana. Assim que os kits chegarem, as escolas entrarão em contato com as famílias beneficiadas para agendar a retirada dos produtos.

É importante destacar ainda que o auxílio às famílias respeita critérios recomendados pelos órgãos federais, que indicam o atendimento priorizado dos alunos em situação de vulnerabilidade. Dessa forma, a primeira entrega contemplou famílias que se encontraram em maior dificuldade e necessidade urgente mas, diante do momento de instabilidade econômica e social, a Educação se colocou à disposição para receber solicitações dos pais, fazendo um novo levantamento com aumento de mais de 300% no fornecimento do kit para a próxima remessa, que atenderá os já beneficiados e os que fizeram cadastro até o período em que foi finalizado o novo pedido.

A montagem dos kits é elaborada com o apoio de nutricionistas e todo o processo tem sido acompanhado e aprovado pelo CAE – Conselho de Alimentação Escolar, que conta com representantes de pais de alunos e de entidades civis e da área educacional.

Todo o trabalho do município tem se pautado em oferecer atendimento seguro e dentro da legislação vigente, prezando sempre pela qualidade de vida da população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here